O protótipo do veículo aéreo de carga não tripulado da Boeing.

A Boeing apresentou hoje um novo protótipo de veículo aéreo de carga (CAV), baseado numa aeronave elétrica não tripulada de decolagem vertical (eVTOL), que será usado para testar e desenvolver uma tecnologia autônoma da Boeing para futuros veículos aeroespaciais. É projetado para transportar uma carga útil de até 500 libras para possíveis aplicações futuras de carga e logística.

“Este veículo aéreo de carga representa outro passo importante na nossa estratégia Boeing eVTOL”, disse o diretor de tecnologia da Boeing, Greg Hyslop. “Temos a oportunidade de realmente mudar as viagens aéreas e os transportes, e vamos lembrar deste momento como um passo importante nessa jornada”.


Em menos de três meses, uma equipe de engenheiros e técnicos de toda a empresa projetou e construiu o protótipo do CAV. Ele completou com sucesso testes de voo iniciais no Laboratório de Sistemas Autônomos Colaborativos da Boeing Research & Technology, no Missouri.

Os pesquisadores da Boeing usarão o protótipo como um banco de teste voador para amadurecer os blocos de construção da tecnologia autônoma em futuras aplicações. A Boeing HorizonX, com seus parceiros da Boeing Research & Technology, liderou o desenvolvimento do protótipo CAV, que complementa a aeronave protótipo de veículo aéreo de passageiros eVTOL em desenvolvimento pela Aurora Flight Sciences, uma empresa adquirida pela Boeing no final do ano passado.

O protótipo em testes no laboratório da Boeing.

“Nosso novo protótipo do CAV baseia-se nas capacidades atuais de sistemas não tripulados da Boeing e apresenta novas possibilidades de entrega autônoma de carga, logística e outras aplicações de transporte”, disse Steve Nordlund, vice-presidente da Boeing HorizonX. “A integração segura de sistemas aéreos não tripulados é vital para desbloquear todo o seu potencial. A Boeing tem um histórico incomparável de know-how regulatório e abordagem sistemática para oferecer soluções que moldarão o futuro do voo autônomo”.

Alimentado por um sistema de propulsão elétrica ambientalmente amigável, o protótipo CAV é equipado com oito lâminas rotativas que permitem o voo vertical. Ele mede 15 pés de comprimento (4,57 metros), 18 pés de largura (5,49 metros) e 4 pés de altura (1,22 metros) e pesa 747 libras (339 quilos).

SEM COMENTÁRIOS