Equipes de emergência foram acionadas para atender o bombardeiro B-52H assim que ele pousou em Mildenhall. (Foto: Stewart Jack)

Um bombardeiro B-52H Stratofortress foi forçado a fazer um pouso de emergência na Base da RAF de Mildenhall, no Reino Unido, após uma emergência em pleno voo na segunda-feira (17/06).

Bombardeiro B-52 voando sobre Woodstock Farm Campsite perto de Dereham. (Foto: Tony Kelly)

Antes de pousar, a aeronave B-52H ‘Knighthawks’, parte do 69º Esquadrão de Bombardeiros, voou em círculos por quase uma hora, às vezes em baixa altitude, sobre Cambridgeshire, Norfolk e Suffolk queimando combustível. Acredita-se (ainda não confirmado oficialmente) que dois dos oito motores do avião tiveram que ser desligados em voo antes do regresso.

O voo consistia de três B-52s (callsigns ‘HODOR51’, ‘HODOR52’ e ‘HODOR53’) que sobrevoaram o espaço aéreo da Romênia, cruzaram a Holanda e o Canal da Mancha e aguardavam o encontro com uma aeronave de reabastecimento de Mildenhall. Durante a espera houve o problema nos motores e a aeronave ‘HODOR51’ precisou vir para pouso.

O B-52 teve que fazer um pouso de emergência. (Foto: Chris Stone)

As outras duas aeronave B-52H conseguiram reabastecer em voo e retornaram para a sede do esquadrão na Base Aérea de Minot, nos EUA, com o apoio de uma aeronave de reabastecimento KC-10A Extender.

Bombeiros resfriaram alguns motores após o pouso. (Foto: Stewart Jack)

A aeronave que pousou no Reino Unido havia sido interceptada por caças russos Su-27 quando sobrevoava os mares Báltico e Negro.

Autoridades dos EUA disseram que os B-52 apoiavam vários exercícios na região. Ao que parece o B-52H em questão deverá permanecer em Mildenhall por algum tempo para conserto.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS