Bombardeiro Tu-22M3 “Backfire” em foto meramente ilustrativa.

Um bombardeiro russo de longo alcance Tupolev Tu-22M3 sofreu danos durante um pouso de emergência ocorrido nesta terça-feira (17/12).

A aeronave teve falha em um de seus motores e realizou o pouso de emergência na região de Astrakhan, no sul da Rússia.Uma comissão especial avaliará o incidente, disse uma fonte nos serviços de emergência da região.

O Ministério da Defesa da Rússia informou hoje que um bombardeiro estratégico Tupolev Tu-22M3 da Força Aeroespacial pousou com um motor com falha no solo na região de Astrakhan e que os pilotos não se feriram no incidente.

“O avião sofreu danos, mas seu grau será determinado por uma comissão especial. Agora, a questão da evacuação do avião está sendo considerada”, disse a fonte, acrescentando que o bombardeiro tinha decolado de um aeródromo na região de Kaluga, na região central da Rússia.

O incidente ocorreu no território de acesso restrito do Centro de Testes de Voos de Chkalov, do Ministério da Defesa, fora da área urbana.

Como o Ministério da Defesa da Rússia informou, “durante um voo programado a bordo do avião Tu-22, seu motor falhou. Graças a suas ações hábeis, a tripulação conseguiu desviar o avião de uma área povoada e aterrissá-lo”.

Segundo os dados do ministério, “os pilotos não sofreram ferimentos e saíram da aeronave por conta própria. Eles foram levados inicialmente para sua base”.

O bombardeiro realizava o voo sem munição e não causou danos no solo, observou o ministério.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Pousaram nas "estepes", os pilotos são heróis pousar um Bombardeio com peso superior a 100 toneladas numa área sem preparo nenhum..

Comments are closed.