A linha de aeronaves anfíbias da Bombardier, como o 415 acima, foi vendida para a Viking Air. (Foto: Bombardier)
A linha de aeronaves anfíbias da Bombardier, como o 415 acima, foi vendida para a Viking Air. (Foto: Bombardier)

A Bombardier anunciou no dia 20 de junho que chegou a um acordo definitivo para a venda de seu programa de aeronaves anfíbias para a Viking Air Limited baseada na British Columbia. O acordo abrange os certificados de tipo para todas as variantes de aeronaves anfíbias da Bombardier, o CL-215, o CL-215T e o 415, bem como os serviços pós-venda.

A conclusão da operação está sujeita à aprovação necessária de todas as autoridades governamentais e regulatórias e o cumprimento de outras condições habituais de fechamento. A transação deverá ser concluída nos próximos meses. O valor não foi divulgado pela fabricante canadense.

O avião anfíbio 415, especializado no combate a incêndios, não era fabricado desde 2015. (Foto: Bombardier)
O avião anfíbio 415, especializado no combate a incêndios, não era fabricado desde 2015. (Foto: Bombardier)

“Esta transação suporta nosso objetivo de reconstruir um caminho claro para o crescimento de lucros rentáveis e geração de caixa”, disse Alain Bellemare, Presidente e CEO da Bombardier. “Enquanto o programa de aeronaves anfíbias faz parte de nossa longa história, esta alienação posiciona a Bombardier para focar melhor o nosso núcleo, as empresas de maior crescimento, como jatos executivos, aviões comerciais e de transporte ferroviário.”

Nenhuma aeronave anfíbia foi produzida desde dezembro de 2015, depois que a Bombardier fez uma pausa no programa. A decisão de vender o programa Aeronaves Anfíbias foi feita após cuidadosa deliberação e uma análise rigorosa. A Viking Air, um colaborador de longa data da Bombardier, é o sucessor perfeito para continuar a construir o valor e a reputação do programa, assegurando simultaneamente a sustentabilidade da frota. A Viking Air irá fornecer o suporte direto ao cliente e operadores que, tendo em conta as capacidades de combate a incêndios únicas da aeronave, desempenham um papel essencial na proteção das comunidades, meio ambiente, recursos e animais selvagens.

Cerca de 170 aeronaves anfíbias estão em uso pelo mundo. (Foto: Bombardier)
Cerca de 170 aeronaves anfíbias estão em uso pelo mundo. (Foto: Bombardier)

Os aviões anfíbios da Bombardier são emblemáticos do Canadá e são a espinha dorsal de muitas operações de combate a incêndios em todo o mundo. O Bombardier 415 foi lançado em 1994 e foi projetado sobre o sucesso das versões anteriores CL-215 e CL-215T para estabelecer-se como o único propositadamente construído e um dos melhores aviões de combate a incêndios no mundo. Perto de 170 aviões anfíbios da Bombardier estão em serviço em todo o mundo.

Estão em curso planos para transferir os 50 funcionários do programa de aeronaves anfíbias para outras partes da organização Bombardier após a conclusão de uma transição ordenada do negócio.

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. sempre me perguntei o porque do Brasil nao ter este tipo de aeronave , ja que incendios florestais sao mais que comuns….mas ai eu lembrei que no Brasil as coisas nao precisam fazer sentido!!!!

  2. Nem uma dessas aeronaves ia servir para apagar os incêndios em Brasilia!! hehehehe

Comments are closed.