A-1M (3) 1
A-1M / © Vinicius Santos – FAB, em caráter ilustrativo

Quantidade de aeronaves modernizadas deverá ser menor que o originalmente pretendido.

Segundo o site IHS Janes, a Força Aérea Brasileira (FAB) estaria renegociando junto a Embraer Defesa e Segurança a modernização dos caças A-1A/B (AMX).

Em se confirmando tal, isto se traduzirá num menor numeros de aeronaves modernizadas. Aeronaves não modernizadas permanecerão em serviço.

A Embraer Defesa e Segurança, recebeu em dezembro de 2003 um contrato no valor de US$ 237 milhões para a modernização de 43 aeronaves aeronaves (33 A-1A e 10 A-1B) para a configuração do A-1M.

A FAB recebeu recebeu 55 jatos A-1A/B entre 1991 e 2000. Até o momento, três caças-bombardeiros foram modernizados, com o primeiro sendo entregue ao Esquadrão Adelphi da Base Aérea de Santa Cruz em setembro de 2013.

Aeronave A-1A do Esquadrão Centauro com pod de reconhecimento sob o véu da noite na Base Aérea de Santa Maria.
A-1A com pod de reconhecimento / © Johnson Barros – FAB, em caráter ilustrativo

RELEMBRE:


Dica do amigo CM Moreno. Obrigado!


NOTA DO EDITOR: Aos poucos, aquela publicação, da qual tomamos um “carteiraço”, vai se confirmando…

41 COMENTÁRIOS

  1. Há muito tempo venho acompanhando o CAVOK apenas como espectador devido a muitas "desilusões " com nossa FAB. Novamente venho aqui para manifestar minha insatisfação com a Força Aérea. No último dia 22 desloquei-me com minha família de Juiz de Fora até a BASC para visitar a base e mostra-la para minhas filhas que sempre me pediram para ir a um evento aeronáutico. Grande foi minha decepção ao chegar no portão do Campo Nero Moura e ser barrado por não ter convite. Fui informado por militares que lá estavam de serviço que " A base estava cheia de brigadeiros e que nem mesmo eles conseguem levar familiares para aquele evento". O 1º SGT que era responsável pela recepção me disse que aquele dia era dos brigadeiros. Sinceramente pensei que por ser uma data comemorativa o acesso fosse mais simples. Infelizmente tive que retornar para o carro e dizer para minha família que não poderíamos realizar tal visita por que o 22 de Abril era dos " Brigadeiros" e não do povo brasileiro.

Comments are closed.