Proposta da deputada quer obrigar que as companhias aéreas instalem tomadas elétricas em todas poltronas das aeronaves comerciais.

A autora do projeto, deputada Mariana Carvalho, propôs o Projeto de Lei 10766/18 que pretende obrigar a instalação de tomadas de energia nas poltronas dos aviões comerciais. A ideia é que seja possível recarregar gratuitamente aparelhos por meio de portas do tipo USB. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

“A medida é necessária em virtude da necessidade tecnológica para realizar ligações ou buscar mapas e mensagens de segurança”, defende a autora do projeto, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO). “Recarregar celulares, tablets e notebooks nos aviões possibilita atender demandas fundamentais, bem como a resolução de pendências profissionais em trânsito, deixando mais horas úteis ao cidadão.”

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta: PL-10766/2018


Fonte: Luis Macedo / Agência Câmara Notícias

8 COMENTÁRIOS

  1. isso aih,deputada deve ter ficado nervosa pq ficou sem bateria no iphone do governo para chamar o assistente motorista ou para marcar algum evento.,

    hahaa, que piada. desperdicio de papel.

  2. Imaginem que vasto conhecimento aeronáutico essa nobre dePut@da deve ter..
    Tão ridículo que nem merece comentar…

  3. Varias cidades sem infraestrutura aeroportuária adequada para um mercado aeronáutico que poderia ser tão promissor, e esses esses políticos perdendo tempo e dinheiro publico com projetos ridículos, isso é uma vergonha.
    Continuem assim, criem leis absurdas, obriguem as companhias a arcar com altos valores para readequação, burocratizem o mercado aeronáutico, no final das contas a população paga o preço que vai estar incluso no bilhete de passagem. Mais a de****da não precisa se preocupar pois as passagens dela e dos amiguinhos é um beneficio pago pela população, pois eles trabalham em prol do povo não é ?????

  4. É para isso que serve APU… 😀

    Ah, não… Tem que explicar a piada, senão algum legislador especialista pode imaginar que se trata do personagem de Os Simpsons… Mas não vou.

  5. É muito fácil legislar sem conhecimento de causa. Imaginem quantos milhões de dólares serão necessários a essa repentina readequação. As cabines de passageiros já estão evoluindo a medida que as novas gerações de aeronaves estão sendo incorporadas. Simplesmente ridículo essa proposta de obrigatoriedade. Porque a prezada deputada não utiliza seu esforços para reduzir o ICMS sobre o combustível, apresenta uma proposta de redução de IR para micro-regionais utilizando aeronaves de até 9 passageiros ou utilizando aeronaves Anfíbias para a Amazônia ou até redução dos impostos para turboélices até 50 lugares, uma vez que é eleita pela região norte/Amazônia? Faça uma lei útil, obrigue os aeroportos regionais do Brasil a operar voo por instrumento RNav/GPS, afinal já estamos no século 21. Uma vez que, ficou sem bateria deveria comprar uma externa que dura 5 horas na loja da Amazon por uns míseros dólares. Saudações,

Comments are closed.