Mostra reúne uniformes icônicos de comissárias para marcar os 90 anos da Varig, que seriam completados em 2017.

O projeto Varig Experience preparou uma atração especial para marcar os 90 anos da Varig, caso a empresa ainda estivesse ativa. De 7 de maio a 7 de junho, o Boulevard Laçador recebe a exposição Elegância nas alturas, que traz a exibição de nove uniformes icônicos utilizados pelas aeromoças da antiga companhia aérea. O público pode conferir as peças diariamente, das 8h às 23h, em uma vitrine montada em frente ao restaurante Bistrô 111.

Seis uniformes que compõem a mostra são originais, os utilizados nos anos de 1969, 1971, 1974, 1981, 1990 e 2003. Os outros três, de 1955, 1960 e 1966, são reproduções criadas especialmente para a exposição e confeccionados a partir de fotos de arquivo. Algumas curiosidades marcam a confecção e história de cada roupa, como, por exemplo, o vestuário de 1955, usado pelas primeiras aeromoças da empresa, visto que anteriormente o cargo era ocupado exclusivamente por homens.

Foi também o uniforme usado na rota Porto Alegre-Nova Iorque, importante passo dado pela Varig naquele ano. As peças de 1971 são umas das mais exóticas roupas já vestidas pelas comissárias de bordo, baseadas em trajes típicos dos gaúchos. Já nos últimos anos da empresa aérea, o vestuário de 2003 rendeu à Varig o prêmio de mais belo uniforme entre as empresas no Brasil, título conferido pela revista Viagem e Aventura, do jornal O Estado de S. Paulo. A artista plástica Andréa Ebert foi responsável pelo premiado projeto dos uniformes

Concomitante à mostra dos uniformes, o projeto Varig Experience segue com o avião Douglas DC-3 em exposição no pátio do Boulevard Laçador.


Exposição Elegância nas alturas – Varig Experience

Boulevard Laçador (Avenida dos Estados, nº 111)

De 7 de maio a 7 de junho

Das 8h às 23h

Entrada franca


NOTA DO EDITOR: O CAVOK irá dar uma conferida e em breve trará suas impressões.


NOTA DO EDITOR²: Quem for da região e curte aviação, fica a dica. Conhecer o DC-3 e um pouco da história da maior companhia aérea brasileira vale muito!

6 COMENTÁRIOS

  1. No final da década de 1970 (creio que 79 ou 78) passou aqui em Santos (SP) um DC-3 fazendo vôos panorâmicos aos fins de semana. Creio que durou um mês. Baseavam-se na antiga Base Aérea de Santos. Acho até que eram gratuitos (não me lembro) mas os ingressos se esgotaram rapidamente e eu não fui…
    Meu pai (já falecido, piloto particular, mas só de Paulistinha) voou muitas vezes de DC-3 (como passageiro sempre), em inúmeras companhias – Real, Sadia, Vasp – e contava cada história, sempre destacando a "valentia" desta aeronave. Ele dizia que pousava e decolava "com sobra" de um campinho de futebol.
    Acho que em alguns lugares do mundo há voos panorâmicos em DC-3 (acho que em Munique tinha com Junkers JU-52).

    Outro assunto: no "falido" museu Asas de um Sonho (ex-TAM) tinha uma pequena exposição de uniformes.