Imagem do caça de quinta geração paquistanês do Projeto AZM visto no leme de um C-130 da PAF.

O “Projeto AZM” do Paquistão, cuja peça central envolve o desenvolvimento de seu próprio caça de quinta geração, avançou com a conclusão do primeiro dos quatro ciclos da “fase de projeto conceitual”.

“O primeiro ciclo da fase de projeto conceitual foi concluído. A primeira configuração que foi projetada com base nos exigentes requisitos de desempenho da Força Aérea do Paquistão (PAF) passará por mais três ciclos dentro do projeto conceitual, usando ferramentas e códigos de análise de fidelidade mais elevados”, informou o anuário do Ministério da Defesa da Produção do Paquistão para os anos de 2017-2018.

Lançado em 2017, o Project AZM inclui o programa de aeronaves de combate de quinta geração (FGFA), um veículo aéreo não tripulado de alta altitude e longa duração (MALE UAV), novas munições e um míssil superfície-ar inteligente de longo alcance.

Uma aeronave C-130 Hercules paquistanesa apresentou uma pintura especial durante o RIAT 2019 em Fairford, onde no leme era possível ver um desenho do caça de quinta geração paquistanês.

Em termos do FGFA, em uma entrevista recente com o Chefe do Estado Maior do PAF, o Chefe da Aeronáutica Mujahid Anwar Khan, afirmou que não espera que o FGFA entre em operação por pelo menos “mais uma década”.

O FGFA é a peça central do Projeto AZM, a visão do PAF de desenvolver uma base industrial de aviação pronta no Paquistão para apoiar a defesa do país, bem como as necessidades de aviação civil e comercial.

O chefe de estado maior também revelou os requisitos atuais para o FGFA, ou seja, um “jato bimotor monoplace, com capacidade para atingir velocidades de super cruzeiro e armas de energia direcionada (laser)”.

Portanto, o FGFA não é apenas um projeto novo, mas atualmente está programado como um jato de médio peso e alto desempenho.

Essa configuração de design indica que a PAF pretende produzir uma plataforma capaz de cargas úteis e alcance maiores ??que o atual JF-17 de quarta geração.

“O trabalho de design do UAV MALE está em seus estágios finais”, disse Sohail Aman, chefe do pessoal da aeronáutica da PAF, em 2017.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Seria um Tejas paquistanês? Resta saber se os paquistaneses reúnem tamanha capacidade técnica…e financeira. Creio ser pouco provável, é só observarmos Eua, Russia e China que acumulam vasta experiência no setor aeroespacial e gastaram rios de dinheiro e ainda falta muito a aprenderem.

Comments are closed.