Caça F-16AM “FA-128” do Componente Aéreo Belga ficou totalmente destruído após incêndio que iniciou em um procedimento de manutenção no solo. (Foto: Tony Delvita)

Um caça F-16AM do Componente Aéreo Belga ficou completamente destruído na tarde desta quinta-feira devido à uma explosão durante um procedimento de manutenção no solo da base aérea de Florennes, na Bélgica. O incêndio iniciou momentos após o pouso do avião, quando estava na rampa principal da base aérea.

De acordo com o site Sudinfo, dois técnicos ficaram feridos em consequência da explosão na base aérea de Florennes, e foram tratados no local. Eles sofreram problemas de audição, mas não queimaduras. Os caças pertenciam a 2ª Ala de Caça.

O incêndio ocorreu às 14h10, hora local, (12h10 GMT), e danificou o caça F-16AM “FA-128” que teve perda total, informou o serviço de imprensa militar em um comunicado. Uma segunda aeronave sofreu “danos menores”, acrescentaram fontes militares, sem especificar a extensão do dano.

A Diretoria de Segurança da Aviação da Bélgica iniciou uma investigação sobre a explosão.

Atualmente a Bélgica possui 27 jatos F-16AMs e 7 F-16BMs operacionais.

7 COMENTÁRIOS

  1. velhice da frota de F-16 causou isso que a real força aérea tem padrão alto de manutenção. o Governo de lá não entrou no programa do F-35 e abriu licitação e o L. Martin ofereceu o mesmo jundo com Thyphoons usados, Rafale, Gripen e o F-16 renovado.