Caças F-16 em imagem ilustrativa. (Foto: Ministério de Defesa da Holanda)

Um caça F-16 da Real Força Aérea Holandesa (RNLAF) sofreu danos consideráveis em janeiro, durante um exercício acima de Vlieland, e de acordo com novas informações divulgadas nessa semana, parece ter sido atingido pela munição de seu próprio canhão. Pelo menos um cartucho disparado causou danos na lateral da fuselagem.

O piloto seguiu os procedimentos de emergência e o jato pode pousar com segurança na Base Aérea de Leeuwarden. Partes da munição também acabaram no motor. Ninguém ficou ferido.

Lateral do F-16 danificado. (Foto: INSPECTIE VEILIGHEID DEFENSIE)

De acordo com a Dutch Broadcast Foundation, o incidente aconteceu no dia 21 de janeiro, quando dois F-16s dispararam com seus canhões em um alvo no campo de treinamento de Vliehors, em Vlieland, mas os detalhes do incidente foram divulgados a pouco pelo site NOS.

A Inspetoria de Segurança inspeciona como um dos dispositivos foi capaz disparar sozinho e danificar com munição a própria aeronave. A inspecção também quer saber se a tripulação de voo ou o pessoal de terra estavam em risco durante o exercício.

A investigação do incidente está agora em pleno andamento. Testes práticos foram realizados e a inspetoria falou com as partes interessadas e os oficiais comandantes. “É um caso sério. Por isso, queremos descobrir o que aconteceu e como podemos evitar isso no futuro”, disse o inspetor-geral Bargerbos.

Não se sabe quanto tempo a investigação durará.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. falha da munição ou da manutenção do canhão.F-16 deles já deram o que tinham que dar.

    • Logo serão vendidos para algum país do leste europeu ou Chile.

  2. Me lembro de um caso de um caça americano que disparou e depois alterou o ângulo de vôo e acabou sendo atingido pelos próprios disparos! Mas neste caso parece que não foi a mesma coisa.

Comments are closed.