Caça russo Sukhoi Su-57. (Foto: Savitskiy Vadim)

A indústria aeroespacial russa está se preparando para dar um grande passo na metade deste ano na França e, mais especificamente no Paris Air Show 2019, que será realizado no aeroporto de Le Bourget, quando deverá apresentar oficialmente ao público internacional o seu caça de 5ª geração Sukhoi Su-57.

De acordo com um anúncio da equipe organizadora do Paris Air Show, na página Facebook, os russos vão apresentar seu caça para o público entre os dias 17 e 23 de junho de 2019.

Conforme relatado no Paris Air Show, “rumores dizem que a Sukhoi poderá enviar o caça Su-57 para Paris. Aguardando confirmação. Você está tão impaciente para ouvir o zumbido do caça no céu de Paris?”

No entanto, fontes da indústria de defesa russa confirmaram planos para demostrar o jato militar Su-57 em Paris, mas ainda não há uma decisão formal sobre essa questão.

Embora a caça russo tenha voado pela primeira vez há nove anos, no dia 29 de Janeiro de 2010, ele também foi enviado durante alguns dias à Síria. A visita no Paris Air Show será a primeira aparição do jato de combate no lado ocidental. O protótipo do Su-57, o T-50 PAK FA, foi exibido publicamente pela primeira vez no MAKS Airshow 2011, realizado nas proximidades de Moscou.

A Rússia pretendia adquirir os seus 12 primeiros caças Su-57 em agosto de 2018 para formar o primeiro esquadrão de combate em 2019.

Mais recentemente, no dia 16 de janeiro de 2019, a agência de notícias TASS disse que Ministério da Defesa da Rússia pretende até 2020 assinar a encomenda para compra de um lote de 13 jatos Su-57s que devem ser entregues dentro de um prazo de 5 anos.

Anúncios

16 COMENTÁRIOS

  1. Exibir um caça ainda incompleto e em desenvolvimento? Com motores ainda não definitivos e já conhecidos pelo público em Le Bourget. Vai ficar apenas fazendo acrobacias. Desnecessário.

  2. Projeto demorado esse, dez anos do primeiro voo e ainda não operacional… É muito tempo…

  3. Mas é bom lembrar que se trata de um projeto de 5°G.
    Se é tão fodástico e furtivo quanto um F-22 é outra discussão.
    Mas bem ou mal já existem uns 10(?) protótipos voando por aí..
    Não participo de briguinhas de torcida.
    Estou apenas constatando um fato.
    .
    Já o Gripen NG que é basicamente uma remodelagem de um caça de 4°G já testado e retestado, eu já ouço falar a mais de 10 anos e até agora o que temos??
    Dois ou três protótipos ainda mal acabados?

    Gosto muito do Gripen (vejam meu gravatar) mas que está muito, mas muito moroso, está.

    • Gripen NG segue o cronograma apresentado no contrato. Não é rápido, nem lento. Simplesmente é o combinado.

      Vc afirma em cada comentário que é o Deus da Isenção, mas vamos analisar a sua comparação.

      Se o Su 57 demora por falta de dinheiro ou falta de urgência dos russos, é tema de debate.

      • Eduardo,
        Primeiramente obrigado por ser meu seguidor fiel.
        .
        Segundo, acredito que você esteja confundindo o cronograma do Gripen NG na SAAB com o Gripen E/F da FAB.
        Eu não falei em nenhum momento a respeito do contrato da FAB.
        Lhe faltou aquela noçãozinha básica de interpretação de texto…
        .
        Mas como tocou no assunto, para mim o cronograma da FAB também foi muito relaxado.
        Você tem acesso a internet, pesquise as datas por conta própria e chegue a uma conclusão.
        Uma dica: Resumidamente, entre a escolha e a entrega dos primeiros, também se aproxima de uma década.
        .
        Mas enfim.. Da mesma forma se o Gripen NG demora por falta de dinheiro ou urgência dos suecos e brasileiros, é outro bom tema para debate.

        • Errado.

          Os caças suecos são Gripen E tanto quanto os brasileiros.

          Gripen NG era um demonstrador de tecnologia, um Gripen C convertido.

          Mais desinformação.

          • Exatamente.. Mais desinformação de sua parte.

            O Gripen DEMO ou se preferir NG, não era "um Gripen C convertido" era um Gripen D modificado.

            Mas.. Gripen NG, Gripen E/F F-39…

            Escolha o nome que mais lhe agradar, o resultado em relação a minha linha de pensamento resulta na mesma.

            • Os Gripens brasileiros são os primeiros a serem montados. Os suecos vem depois. Se os brasileiros estão em dia, em que universo o programa está atrasado?

              Não há linha de pensamento algum. É óbvio.

              • Meu jovem..
                Cada vez você consegue se complicar mais.. É cômico kkkk
                Na total falta de argumentos apela mesmo para o óbvio, distorcendo o assunto numa tentativa inútil de desconsertar minha linha de pensamento.
                .
                Façamos assim..
                Escreva o que bem entender agora se isso satisfaz seu ego, e não lhe responderei mais, para diminuir sua exposição ok.

                • Quem não tem argumentos ofende.

                  O parlamento sueco aprovou o financiamento do programa em 2014, mas o programa Gripen E tem mais de dez anos.

                  É porque a Saab deveria ter desenvolvido, fabricado e entregue os caças antes de receber o pedido ou saber qual configuração os clientes queriam. Medium serve pra isso.

        • A força aérea sueca não tem pressa alguma nos Gripens E, pois os Gripens C/D são novos e a atendem muito bem.

          O último Gripen C/D foi entregue a força aérea sueca em 2015.

  4. Aqueles rebites, bem aparentes na primeira foto, fazem a festa dos radares inimigos. Isso mostra o quanto os russos ficaram para trás na usinagem aeronáutica.

    • Os russos alegam que não desenvolveram o SU-57 priorizando a furtividade. Cá entre nós, bastante óbvio, pelo menos até agora. No futuro, com os novos motores quem sabe isso melhora.

    • Isso não tem nada a ver com a capacidade de usinagem aerona\tica, é uma opção de escolha de materiais, as peças construidas em compósito não usam rebites, as peças metálicas são rebitadas.

  5. Não levei em conta, necessidade,urgência e $$$$. O fato de ser um 5G influencia, mas na minha ignorância,dez anos a partir do primeiro vôo, acho um pouco dilatado, outros programas já estavam bem mais adiantados na linha de produção.

  6. Se for, creio que fará muito sucesso. Sendo ‘fodástico’ ou não, poderá ser a estrela do evento. Que será uma grande novidade, não há dúvidas. Gostaria de apreciar suas manobras, sim.

Comments are closed.