De acordo com uma prática estabelecida, a OTAN teria atribuído a sua designação para o caça russo Su-57 de quinta geração: Felon (“Criminoso” ou “Cruel”).

De acordo com a Scramble Magazine, também divulgada pela agência de notícias russa RIA Novosti, isso agora se tornou a designação oficial do Su-57 na OTAN.

Inicialmente, a informação era que o jato russo tinha o nome Frazor (é próximo à palavra “labuta”), mas foi alterado depois que o caçador entrou na produção em série. As informações ainda não foram formalmente confirmadas por representantes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

A OTAN usa termos para a designação condicional de técnicas militares terrestres, navais, aeronáuticas e de mísseis por países potencialmente hostis, incluindo Rússia e China, e em casos raros também por armas de outros países que não se enquadram nessa categoria.

O caça Su-57 (inicialmente PAK FA) voou pela primeira vez em 2010. Os projetistas mencionam as vantagens da alta manobrabilidade e velocidade supersônica, equipamento de cabine de última geração e baixa visibilidade do radar.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Vamos lá…

    “ teria atribuído”…” As informações ainda não foram formalmente confirmadas por representantes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).”…

    Trata-se de uma Fake news ou chute ? Qual a fonte para tal informação ?

  2. OTAN já foi melhor na escolha de designações, achei essa meio fraquinha.

Comments are closed.