German Eurofighters intercept russian aircraft1 600x400 - Caças Eurofighter interceptam 4 aeronaves russas em apenas um dia sobre o Báltico
Caça MiG-29 russo sobrevoa o Mar Báltico e é interceptado por Eurofighters alemães. (Foto: Bundeswehr)

Aeronaves alemãs Eurofighter em serviço com a missão da OTAN de Policiamento Aéreo do Báltico foram acionados três vezes na Base Aérea de Ämari, na Estônia na quarta-feira, 21 de novembro de 2018, para interceptar quatro aeronaves militares russas sobre o Mar Báltico.

Os radares da OTAN captaram o sinal de uma aeronave voando de Kaliningrado, perto da costa da Lituânia, às 8h30, horário local. Como o avião não havia apresentado um plano de voo, dois Eurofighters foram para o céu e conduziram uma identificação visual de uma aeronave de transporte russa AN-26 uma hora depois. Um segundo sinal foi avistado por volta das 10h30 e um Eurofighter foi lançado para escoltar um caça russo MiG-29 voando próximo ao espaço aéreo da OTAN.

Mais tarde, no mesmo dia, os radares dos aliados capturaram mais duas aeronaves deixando a Rússia continental. Dois Eurofighters foram lançados para executar uma identificação visual de duas aeronaves de transporte estratégicas russas IL-76, que não haviam apresentado um plano de voo. Depois de ser encontradas no céu por caças da OTAN, os aviões russos continuaram seu voo em direção a Kaliningrado. Todas as aeronaves russas envolvidas operaram no espaço aéreo internacional. Os interceptadores conduzidos pela OTAN foram uma medida de rotina e preventiva.

German Eurofighters intercept russian aircraft2 600x400 - Caças Eurofighter interceptam 4 aeronaves russas em apenas um dia sobre o Báltico
Aeronave de transporte Il-74 da Força Aérea russa sobrevoa o Báltico.

A missão de Policiamento Aéreo do Báltico da OTAN ajuda a monitorar e proteger a integridade do espaço aéreo da Estônia, Letônia e Lituânia desde que as três nações aderiram à Aliança do Tratado do Atlântico Norte em 2004. Diferentes nações da OTAN se revezam fornecendo rotações de caças para fornecer essa capacidade, em um forte sinal de solidariedade da aliança. As interceptações de ontem demonstraram a preparação e vigilância do destacamento alemão e do Comando Aéreo da OTAN em Ramstein, que coordenaram as interceptações.

Desde 31 de agosto de 2018, o destacamento alemão dos Eurofighters realizou quase 20 lançamentos de alertas desde a Base Aérea de Ämari. A missão é atualmente liderada por um destacamento de caças F-16 da Força Aérea Belga, na Base Aérea de Šiauliai, na Lituânia. Desde que a Bélgica assumiu o cargo em 3 de setembro de 2018, os jatos belgas executaram mais de uma dúzia de surtidas de alerta.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. orça aérea russa da trabalho para defesa aérea dos 3 nações bálticos que Ditador fascista PutinKGB sonha escravizar de novo. Sem plano de voo confirma que é provocação.

Comments are closed.