Caças Eurofighter Typhoons italianos foram acionados para interceptar uma aeronave que sobrevoava o Mar Negro.

Na manhã de quinta-feira, dois aviões Eurofighter da Força Aérea Italiana que atualmente conduzem o Policiamento Aéreo da OTAN na Romênia foram lançados pelo Centro de Operações Aéreas Combinadas em Torrejón, Espanha, pela primeira vez desde que chegaram à Base Aérea Mihail Kogalniceanu no início de maio de 2019.

Em poucos minutos, o caça decolou em resposta a uma aeronave não identificada que voava perto do espaço aéreo da OTAN sobre as águas internacionais do Mar Negro. Os pilotos dos caças estabeleceram um padrão rotineiro nas proximidades para poderem responder, se necessário, à salvaguarda da integridade do espaço aéreo da OTAN. Quando a aeronave deixou a área, os Eurofighters italianos retornaram em segurança à sua base temporária em Constanta, Romênia. Esta resposta profissional e oportuna sublinha que a OTAN está pronta para responder a qualquer situação.

Caças Typhoons italianos e MiG-29 búlgaros realizaram manobras conjuntas.

Este é um procedimento padrão geralmente realizado pelos caças da Força Aérea Romena em situações semelhantes. Na quinta-feira, os Eurofighters italianos cooperaram com os MiG-29 búlgaros, que também foram lançados pelo Centro de Operações Aéreas Combinadas.

A contribuição italiana para a missão aprimorada de policiamento aéreo da OTAN mostra a solidariedade aliada proporcionando segurança coletiva. Voando ao lado de aeronaves militares da Força Aérea Romena que regularmente conduzem o Policiamento Aéreo sobre seu país, os Eurofighters Italianos realizaram aproximadamente 150 horas de vo de treinamento com os Aliados durante o primeiro mês de sua implantação.

O Centro de Operações Aéreas Combinadas da OTAN não informou qual aeronave foi interceptada pelos Typhoons italianos.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS