Caças Eurofighter Typhoon assumiram todas funções de defesa aérea da Itália, substituindo totalmente os caças F-16. (Foto: Eurofighter)

Caças Eurofighter Typhoon da Força Aérea Italiana (AMI) substituíram os últimos caças F-16 Viper da força aérea, deixando o Typhoon como o único responsável pela defesa do espaço aéreo italiano. Entrando em serviço em 2004, e já operacional com quatro esquadrões (Gruppi) de Typhoon tanto no norte como no sul da Itália – dois na Base Aérea de Grosseto e dois em Gioia del Colle – o Eurofighter é, a partir de hoje, o único ativo na defesa aérea da Força Aérea italiana.

Substituindo o F-16 com um sistema de armas mais modernos, a aeronave Typhoon vai trazer benefícios operacionais para a força aérea graças a uma melhor eficácia e capacidades do novo caça, bem como oferecer benefícios em logística, devido à padronização de ter apenas uma linha direta operacional para a defesa aérea.

Os caças F-16 foram alugados pela Itália para preencher uma lacuna entre o F-104 e o Typhoon. (Foto: Eurofighter)

A Força Aérea Italiana alugou 34 caças F-16 da USAF por um período de cinco anos, seguido de um adicional de cinco anos no âmbito do programa “Peace Caesar”. A aeronave tem sido efetivamente usada para preencher uma lacuna durante a transição do F-104 e o Eurofighter.

Um total de 62 aviões Typhoon foi entregue à Força Aérea Italiana até à data e durante as operações na Líbia em 2011, a frota da Força Aérea Italiana realizou mais de 200 missões e voou 1.294 horas de vôo a partir de sua base de operação avançada (FOB) em Trapani, na Sicília.

Anúncios

20 COMENTÁRIOS

  1. Ih, mais um monte de F-16 da USAF, em bom estado, encostados. E Portugal tenta, há anos, vender alguns dos seus… Tá chovendo Viper por aí. Pena que não é tampão para nenhum dos 3 F-X…

  2. É sempre uma satisfação ver os paises europeu usando seu proprio armamento ao invés de ficarem nessa vergonhosa dependencia do Império.

    O EFA é um ótimo vetor ! A Europa ganharia muito mais se produzisse novas versoes do que ficasse

    acreditando nas fantasias sexuais da Lockheed com o místico F 35…

      • Não se preocupe, continuarão dependentes com o F-35, escudos antimisseis, helicopteros…

        Não sera o Typhoon que mudará o jogo político europeu.

    • Realmente certo, "Novas versões", o EFA é uma boa base pra melhorar ainda mais.

        • Nunca li em lugar nenhum essa notícia que a fach estava procurando ou tinha intenção de adquirir F-15 usados muito menos novos.A fach é uma força inteligente, ela só compra aquilo que ela sabe que tem condições financeiras de usar.O F-15 é um caça caro e com os jatos de quinta geração entrando em operação se tornarão obsoletos, não faz nem sentido a fach querer compra-los.O que a fach almeja em um futuro próximo é trocar seus F-5, dai vejo uma bela oportunidade para os F-16 que a fach já tem, gripens ou o mais provável o T-50 versão de ataque da KAI e correndo por fora o M-346 da alenia aermacchi mais por causa da enaer que tem um acordo com os Italianos.

          • Já houve notícias ate que a FACH poderia vir a comprar F-35, a própria LM disse que os chilenos poderiam adiquirir a aeronave depois de 2015, isso foi dito a uns 2 a 3 anos atrás.

Comments are closed.