Caças F-15 sauditas já estão na Turquia (4)
Quatro caças F-15S da RSAF chegaram hoje à Base Aérea de Incirlik, na Turquia / © Mohab Nasser

Quatro caças multifunção F-15S pertencentes à Força Aérea Real Saudita (RSAF) chagaram hoje à Base Aérea de Incirlik, na Turquia.  As informações são da agência de notícias estatal turca Anadolu.

Durante o trajeto, as aeronaves foram acompanhadas por uma aeronave reabastecedora Airbus A330 MRTT. As aeronaves supostamente serão empregadas contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na Síria.

Caças F-15 sauditas já estão na Turquia (2)
Um Airbus A330 MRTT da RSAF na Base Aérea de Incirlik, na Turquia / © Mohab Nasser
Caças F-15 sauditas já estão na Turquia
Quatro caças F-15S da RSAF chegaram hoje à Base Aérea de Incirlik, na Turquia / © Mohab Nasser
Caças F-15 sauditas já estão na Turquia (3)
Quatro caças F-15S da RSAF chegaram hoje à Base Aérea de Incirlik, na Turquia / © Mohab Nasser

De acordo com as informações, está é a primeira vez que um país não membro da OTAN posiciona forças militares em Incirlik desde que a base entrou em operação, em 1955.

divider 1

FONTE: Anadolu

EDIÇÃO: Cavok

Anúncios

19 COMENTÁRIOS

  1. E os economistas ainda acham que o preço do barril ficara como está….eu não acredito nisto….estamos a beira do precipicio de uma 3a guerra mundial embora limitada e os economistas continuam achando que o preço da energia não aumentara…uma coisa não combina nada com outra…alguem está cego mas acho que não sou eu…

    • O "óleo de xisto" tá ficando inviável com "essa paz", não creio em 3º guerra mundial, mas, as 2 maiores potências teriam vantagens e a emergente sentiria o impacto de um conflito maior na região, acho que se encaminha para isso.

    • Amigo, isso já foi alvo de discussão. Na imagem à esquerda, é o bocal do motor sem a "capa". Testes provaram que a capa é irrelevante do ponto de vista aerodinâmico, apenas adicionando mais peso ao avião. Algumas unidades simplesmente retiram essa capa.

      • Solução semelhante, com o objetivo de diminuir o peso geral da aeronave, foi adotada nos exaustores dos motores do bombardeiro B-1B Lancer.

      • Não é só a capa, Gio! É o motor também é diferente, os eagle americanos e Israelitas, usam o PW-229, e os Eagles da AS, Singapura e Coréia do Sul, usam o GE-129, quem são pouco mais potentes.

        Se melhora a performance eu não sei, mas que parece mais bonito com certeza.

        • Os motores são diferentes, mas a solução dos exaustores independe disso. No B-1B adotaram o mesmo artifício.

          Na foto abaixo, por exemplo, vc vê um F-15 da USAF ainda no tempo que eles mantinham a proteção, que por sinal é chamada informalmente de “Turkey Feather”.
          http://www.airliners.net/photo/USA—Air/McDonnel

          Abaixo, também segue um exemplo de um F-15 da IAF, com os “Turkey Feathers” instalados:
          http://www.f-16.net/forum/download/file.php?id=16

          • Hmm… Agora eu entendi…

            Valeu, LaMarca!

            Eu prefiro muito mais com essa proteção… O F-14B/D e F-16C tem seu charme em parte por causa desse bocal, na minha opinião…

              • Puts…
                E não possui nenhum efeito técnico? Como redução de IR ou de RCS?

                • Na verdade, com a retirada houve ganho de desempenho. Pesquise no gúgou sobre "Turkey Feathers", e vc vai se surpreender.

                • Descobri umas coisas interessantes… No B-1B, as placas se soltavam em pleno voo, mas a NASA depois achou uma solução, e o GE-129 precisa usar aquele bocal mesmo. diferente de F-100.

                  Valeu pela informação!
                  😉

  2. O problema são os sauditas do braço duro bombardearem os barbudos errados.

  3. Ué? Os militares turcos correram pra TV dizer que não ia ter nada de jacto saudita em suas terras…

    • Eu acho que não, até porque Putin e o rei Salman há 2 dias estavam discutindo justamente os detalhes dessa operação.

Comments are closed.