Os caças F-16 da Guarda Aérea Nacional começaram a receber os novos e avançados radares AESA SABR da Northrop Grumman.

Os caças F-16 da Guarda Aérea Nacional são os primeiros a receber os radares AESA AN/APG-83 SABR de quinta geração da Northrop Grumman.

“A Força Aérea dos EUA concluiu a instalação dos radares AN/APG-83 SABR da Northrop Grumman Corporation nos F-16 da Guarda Nacional Aérea na Base Conjunta de Andrews, Maryland, para atender a uma Necessidade Operacional Emergente Conjunta (JEON) do Comando Norte dos EUA para defesa de pátria”, disse a Northrop disse em comunicado quinta-feira.

Este evento conclui a entrega e instalação dos radares AN/APG-83 SABR AESA em apoio à futura declaração de capacidade operacional inicial da USAF, dizia o comunicado.

“O radar AESA APG-83 fornece recursos sem precedentes de direcionamento e controle de armas para a frota F-16 garantir a eficácia superior da missão da Guarda Nacional Aérea”, disse Mark Rossi, diretor de programas SABR da Northrop Grumman.

A maior largura de banda, velocidade e agilidade do APG-83 permite que o F-16 detecte, rastreie e identifique um número maior de alvos mais rapidamente e em intervalos mais longos. Além disso, possui mapeamento de radar de abertura sintética de alta resolução para todas as condições climáticas, para apresentar ao piloto uma grande imagem de superfície para identificação e ataque mais precisos do alvo em comparação com os sistemas legados.

Todos os jatos F-16 da USAF serão atualizados com esses radares até 2025. Coréia do Sul, Taiwan, Indonésia, Bahrein, Grécia, Cingapura e Marrocos fizeram pedidos para os radares.

Além disso, a empresa recebeu US$ 1 bilhão para fornecer 372 radares AESA para os F-16s Fighting Falcons em dezembro de 2019.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. F-16 tornando-se cada vez mais letal e imortal. Vai voar mais que o F-5.
    Ahh FAB, se teu passado tivesse te trazido esse avião.

  2. Vi a segunda foto e já imaginava o que a bandeira da Venezuela tinha a ver com a notícia…:)

Comments are closed.