Aeronave RC-135 da USAF sendo acompanhado em voo por caças Su-27. (Foto: Ministério de Defesa da Rússia)

 

A Rússia enviou caças Su-27 baseados na região do Báltico para interceptar aeronaves de reconhecimento dos EUA e da Suécia, informou o Ministério da Defesa da Rússia.

De acordo com um comunicado divulgado hoje pelo Ministério da Defesa da Federação Russa, instalações de controle do espaço aéreo terrestre detectaram dois alvos aéreos sobre as águas neutras do Mar Báltico, tendo se aproximado da fronteira do estado da Federação Russa.

“Para interceptar os alvos, um caça Su-27 das forças em serviço da Defesa Aérea Russa na região do Báltico decolou. Ele se aproximou dos objetos aéreos a uma distância segura e os identificou como um RC-135 da Força Aérea dos Estados Unidos e uma aeronave de reconhecimento Gulfstream da Força Aérea Sueca”, disse em um comunicado.

Também observou que o piloto de caça russo informou sobre a identificação de aeronaves de reconhecimento estrangeiras e os acompanhou, evitando violações das fronteiras do espaço aéreo russo em conformidade com todas as medidas de segurança necessárias.

“O voo do caça russo Su-27 foi realizado estritamente de acordo com as regras internacionais para o uso do espaço aéreo”, destacou o Ministério da Defesa da Rússia.

Anúncios