Um Boeing 787 Dreamliner da Avianca foi interceptado de forma insegura por caças Su-30 da Força Aérea Bolivariana, quando sobrevoava a Venezuela.
Um Boeing 787 Dreamliner da Avianca foi interceptado de forma insegura por caças Su-30 da Força Aérea Bolivariana, quando sobrevoava a Venezuela.

Uma aeronave Boeing 787-8 Dreamliner da companhia aérea colombiana Avianca, quando voava sobre território venezuelano, seguindo para a Colômbia na sexta-feira à noite, teria sido interceptada por caças Flankers da Força Aérea Bolivariana da Venezuela e forçado a desviar de rota pelos aviões militares.

De acordo com os tripulantes da aeronave comercial, os jatos de combate Su-30 realizaram manobras perigosas bem próximas do 787, ativando o sistema anti-colisão do avião comercial que voava em altitude cruzeiro.

Isto foi relatado pela primeira vez pela Caracol Noticias, que na reportagem citou fontes oficiais, destacando que as aeronaves de combate da Venezuela se posicionaram em ambos os lados do 787 da Avianca, que estava transportando cerca de 200 passageiros. O 787 foi escoltado para fora do território do país vizinho, conforme relato do jornal El País.

A aeronave 787 Dreamliner realizava o voo AV011 da Avianca que cobria a rota Madrid – Bogotá e que chegou às 20:07 na sexta-feira na capital colombiana, após o evento.

Dois caças Su-30 da Força Aérea Bolivariana da Venezuela se aproximaram do 787 da Avianca e fizeram com que o jato comercial saísse do seu país.
Dois caças Su-30 da Força Aérea Bolivariana da Venezuela se aproximaram do 787 da Avianca e fizeram com que o jato comercial saísse do seu país.

De acordo com a informação da Caracol Noticias, a Avianca relatou o incidente ao Ministério das Relações Exteriores da Colômbia. Tanto o Ministério das Relações Exteriores como o Ministério da Defesa estão analisando o incidente.

Embora não haja uma declaração oficial do governo colombiano e venezuelano, foi recomendado por enquanto que os voos comerciais que envolvam cruzar o território venezuelano evitem realizar a rota normal, para garantir a segurança dos viajantes.

A direção da Avianca, a maior companhia aérea colombiana informou que todos os voos para capital venezuelana estão cancelados, de acordo com a rede de notícias ABC. A porta-voz da Avianca, Gilma Usuga disse que todos os voos para a Europa também serão reencaminhados para evitar o espaço aéreo venezuelano até a segurança de suas operações poder ser garantida. A decisão afeta vários voos diários entre Caracas e Bogotá, e Lima, Peru.

A Avianca cancelou todos voos para Venezuela e disse para que os voos comerciais evitem sobrevoar o espaço aéreo venezuelano.
A Avianca cancelou todos voos para Venezuela e disse para que os voos comerciais evitem sobrevoar o espaço aéreo venezuelano.

Passageiros colombianos de outros aeroportos relataram nas redes sociais que seus voos para Caracas foram cancelados, embora a companhia não confirme o número oficial de voos suspensos.

O fato teria sido confirmado por outra fonte, a estação de rádio Radio Blu.

Anúncios

27 COMENTÁRIOS

  1. E ainda há aqueles que apoiam veementemente isso aí. Uma vergonha. O povo venezuelando passando necessidades e o seu "governo" se aventurando em coisas desnecessárias, perigosas em vidas humanas e com alto custo ao erário.

  2. Até que os passageiros devem ter gostado, pelo menos uma meia dúzia que se interessa por aviação kkkk
    Agora, pra que interceptar uma aeronave civil que voa com transponder ligado e que a rota é previamente conhecida?

      • Legal EXCETO quando os pilotos são de lixos de lugares feito a venerruela.

        • Ameaçar um avião civil sem motivo nenhum é uma covardia que só piora a imagem do país e de seus governantes. Só vai trazer mais prejuízo para a Venezuela.

  3. Anotem os números de identificação dos Su-30! Depois dessa gracinha e como é de praxe nos aviões russos vão passar pelo menos uma semana "groundeados" até acabar a manutenção preventiva! Senão a trapizonga cai!

    • Seria ruim para a Rússia ter que se comprometer em uma guerra sem sentido causada por um irresponsável. Ainda mais que guerra mal feita quase sempre termina em derrota.

      • Mais caro amigo jpc3, a russia é perita em se meter em guerras e disputas foi na georgia, ucrania, e siria.

        • Na guerra da síria eu fico do lado deles pois o rebeldes são piores que o Assad. No caso da Ucrânia já acho que eles não tem direito nenhum de tentar separar os territórios à força.

          Mas no caso da Venezuela seria uma guerra sem propósito, um crime que iria manchar ainda mais a imagem de Putin no ocidente. Se eu fosse ele pulava fora porque só tem a perder e ainda vai levar a culpa pela burrice do Maduro.

          Capaz ainda dos americanos se meterem e darem uma surra na Venezuela com seus equipamentos russos mal utilizados sem uma boa estratégia. Seria um boa oportunidade para os americanos testarem suas armas contra os S-300 e Sukhois.

          • Esse papo que Assad é um ´´mostro de 7 cabeças´´ que a mídia tanto insiste, é mentira. Eu também apoio a ofensiva da Rússia na Síria, mas não concordo com a intervenção militar na Ucrânia através de milícias, como também a ajuda que os russos oferecem ao Irã.

            • Fora que o Muammar al-Gaddafi também era um monstro, e hoje boa parte da população afirma que a situação da Líbia era melhor com ele no poder.

              Nós ocidentais não temos capacidade de entender a real situação política do oriente médio, toda vez que há uma intervenção ocidental em prol da democracia e liberdade a população paga o pato.

              Iraque está um caos, Afeganistão também, a Síria idem, Líbia então nem se fala… e por aí vai.

          • Sou da tua opiniao jpc3, excepto na diria assad é um ditador sanguinário que começou a guerra atirando em civis desarmados,e na siria existem varios grupos de rebeldes,claro que há uns mais extremistas que o assad mais também há outros bem melhores.

      • Se os venezuelanos contam com a proteção da cavalaria Russa para se salvarem eles estão realmente perdidos.

        Em um possível conflito o maior esforço Russo para com a Venezuela seria venda de armamento com cash na mão, só assim, e nada mais além disso.

    • num é apoiada, de fato, é que a venezuela é cliente então a russia toca o fada-se pra situação interna, sem falar que não interferindo na situação caótica de lá, ela cria um foco de instabilidade pra desviar parte da atenção dos EUA sem gasar 1 centavo sequer

      se quiserem entender melhor a situação venezuelana, e porque chegou a nesse estado, procurem a palestra sob teoria da subversão de Yuri Bezmenov

    • A Síria também é. E todo mundo bombardeia e infiltra forças especiais lá…

    • Venezuela é apoiada pela Rússia?

      Em que você se baseia suas afirmações?

      Pelo fato da Rússia ter vendido Su-30 aos venezuelanos? Bom eles nos venderam o Sabre, os Russos também apoiam o Brasil?

      Venezuela quer se armar a todo custo, equipamentos ocidentais ela dificilmente conseguirá devido ao seu governo, sobra como opção equipamentos Russos ou Chineses e outra mesmo que eles cedam bases ao Russos em solo Venezuelano, aos Russos interessa sim ter uma base naval de apoio na América do Sul, aos venezuelanos interessa a presença de meios de superfície Russos na região, pois torna um possível ataque aos Venezuelanos em algo um pouco mais complicado, visto que esse ataque teria que ser acertado com os Russos primeiro.

      Ou seja a Venezuela precisa da Rússia, porém o governo Russo não necessariamente precisa do governo Venezuelano até pq os Russos gostam de grana na mão, sem cascata, bufunfa, verdinhas ou afins a Venezuela de nada interessa a Rússia.

      E complemento: você acha mesmo que em caso de um conflito a Rússia iria deslocar meios para proteger a Venezuela dos Ianques marrrrvados? rs – Pensa bem! Putin poderia dar declarações que tudo isso é um absurdo, ter um PIT, mas ficaria só nisso.

      • Caro jodreski a russia é aliado ada venezuela desde o tempo de hugo chavez, eles tem vários acordos desde entrega de cereais a venda de armamento e a possivel abertura da base naval russa na venezuela é so pesquisar na net que encontra varios acordos entre a russia e a venezuela , os aliados no continente amáricano é cuba e venezuela.

        • Não discordo de vc Caro Rui.

          Apenas, pela minha análise, a Rússia tem interesses na Venezuela, ou seja, Sim interessa à Rússia os acordos bilaterais, a venda de armamento e também a abertura de uma base Naval, também estou à par dos acordos.

          Porém o interesse Russo praticamente acaba aí, ou seja, a Venezuela é um país com quem a Rússia tem ótimas relações e não em sí é apoiada pela Rússia.

          Não vejo a Rússia se opondo a queda do Regime Venezuelano, mesmo que esse movimento seja apoiado indiretamente pelos EUA, a Venezuela precisa muito mais da Rússia do que a Rússia precisa da Venezuela, esse é o meu ponto. Sendo assim o apoio Russo é bem limitado.

          Ele é bem diferente do apoio Russo ao governo do Assad. A Síria sim é um país localizado em uma região totalmente estratégica aos Russos e é por isso que eles estão defendendo seus interesses com ferro e fogo, completamente diferente dos pobres coitados dos Venezuelanos.

  4. Vi no JN, que os venezuelanos estão invadindo as casas desocupadas ou em construção, em Roraima. Os proprietários tem de contratar advogados para pedir reintegração de posse. Isso mostra o nível de vagabundagem que eles estavam acostumados por lá. Qualquer outro estrangeiro que vem para o Brasil, começa procurando emprego e moradia para alugar.

  5. Já vimos isso antes. A economia vai mal, o governo ditatorial arruma uma guerrinha para aumentar o regime de exceção, obrigando todos à apoiar o governo contra o inimigo externo.

    Mas acho que agora Maduro se ferrou, porque não temos o PT para ceder de graça parte de nosso território. Basta uma ligação de Temer para a Casa Branca acionando tratado esquecido nas gavetas desde a guerra mundial. A Colômbia também está sob proteção dos EUA, e uma gracinha para os lados da Guiana acionaria França, e toda a Otan.

  6. Isso é uma piada de mal gosto, bastava negar a permissão de entrada no país e o 787 não entraria no país, mas não, os patetas deixaram entrar, enviaram um flanker e causaram uma zona. Pior interceptaram com o transponder acionado, gerando resolution no tcas totalmente desnecessário. Coisa de pais de merda. Uma vergonha, demonstração de força com um avião civil. Nojo.

  7. O pouco que treinam é com os russos…

    Se o pouco de instrução que recebem vem de quem gosta de bandalheira, me admiro é não terem tentado derrubar o 787..

Comments are closed.