Um helicóptero de busca e resgate CH-149 Cormorant da Força Aérea Real Canadense (RCAF). (Foto: Capitão Trevor Reid, Relações Públicas da Ala 19)

O governo canadense comprará pelo menos mais dois helicópteros de busca e resgate CH-149 Cormorant (AW101) e melhorará os atuais 14 helicópteros da frota, anunciou nesta quinta-feira o Ministro da Defesa canadense, Harjit Sajjan.

O projeto de modernização da frota de helicópteros de busca e salvamento Cormorant e a aquisição das aeronaves adicionais estão avaliados em até US$ 1,39 bilhão, de acordo com o Departamento de Defesa Nacional (DND).

As atualizações permitirão que os Cormorants continuem operando até 2042.

Em maio de 2018, o governo liberal anunciou que estava procedendo com o acordo de fonte única para modernizar os 14 helicópteros. O negócio é com a Leonardo, a empresa aeroespacial italiana cujas subsidiárias originalmente construíram os CH-149 Cormorant. Na época, o Departamento de Defesa Nacional não havia determinado se os Cormorant adicionais seriam comprados, embora reconhecesse que era uma opção.

O anúncio de Sajjan na quinta-feira na base de Comox, na Columbia Britânica, confirmou a compra dos helicópteros adicionais. O DND observou que pelo menos mais dois helicópteros serão comprados. Poderá haver outros helicópteros adquiridos, mas números ainda precisam ser determinados.

A frota de CH-149 Cormorant entrou em serviço no ano 2000. O Canadá comprou originalmente 15 Cormorants, mas um deles caiu em 2006.

Alimentados por três motores, os Cormorants são conhecidos por sua capacidade de longo alcance, grande espaço de carga e rampa traseira. O helicóptero pode transportar até 12 macas, de acordo com a RCAF.

O projeto verá os CH-149 atualizados para a versão AW101-612, que é o modelo de helicóptero recentemente adquirido pela Noruega para suas missões de busca e salvamento. Usar uma configuração já estabelecida acelera consideravelmente o projeto, de acordo com o Departamento de Defesa Nacional. Soluções de treinamento e infraestrutura relacionada também serão adquiridas, acrescentou o departamento.

Em 2005, os CH-149 da base operacional principal de Trenton foram redistribuídos para Gander, Greenwood e Comox. Com a adição de pelo menos dois CH-149 à frota, os Cormorants retornarão a Trenton e substituirão os CH-146 Griffons no papel de busca e resgate, de acordo com o DND.

Os CH-149 estão baseados atualmente nas alas 19 em Comox, 9 em Gander e 14 em Greenwood.

O programa de modernização incluirá atualizações para sistemas de navegação, sistemas de comunicação e sistemas de gravadores de voo para atender aos novos requisitos regulamentares do espaço aéreo canadense, norte-americano e europeu; melhor capacidade do sensor e comunicações sem fio na cabine; e um novo conjunto de aviônicos, incluindo sistemas de navegação, gerenciamento de voo, comunicações e segurança, para resolver a obsolescência e atender aos requisitos regulatórios atuais e pendentes.

O projeto está atualmente em sua fase de definição. O trabalho está previsto para 2020, e a entrega do primeiro Cormorant atualizado é esperada para 2022, de acordo com o DND.


Fonte: Ottawa Citizen

Anúncios

1 COMENTÁRIO