Uma aeronave Boeing 767-200ER do Grupo GOL/Varig dentro do hangar 3 de Centro de Manutenção da GOL em Confins. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Nessa sexta-feira, dia 10 de dezembro, o Cavok foi convidado pela Relações Públicas de Mídias Digitais da GOL para conhecer o moderno Centro de Manutenção da companhia aérea localizado junto ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), em Lagoa Santa, Minas Gerais, próximo da capital Belo Horizonte. Durante a visita pudemos conhecer vários setores do centro, considerado um dos mais modernos do mundo. Veja a seguir um vídeo institucional feito pela Gol sobre o Centro de Manutenção.

Dentro do hangar 1, até cinco aeronaves Boeing 737 podem passar por manutenção ao mesmo tempo. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Os gigantescos dutos do sistema de exaustão no hangar de pintura de aeronaves.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-800 prestes a iniciar testes de motores no pátio em frente aos hangares. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes, holding controladora das marcas GOL e VARIG, possui atualmente 3 hangares no seu Centro de Manutenção de Aeronaves em Confins (MG), numa área total de 45.600 m2 reservada a trabalhos de manutenção e apoio. O pátio possui 47.000 m2, totalizando 107.220 m² de área útil distribuída entre os três hangares.

Uma vista dos hangares 1 e 2 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Vista do hangar 3 e do prédio com os novos escritórios.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Área onde está sendo construído o novo hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves 767 da companhia.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Uma nova fase de ampliação já está em andamento, na qual está sendo construído o Hangar 4, que será responsável pela pintura de aeronaves de grande porte como os 767 utilizados pela companhia nos voos internacionais.

Os escritórios dentro do hangar 3 estão preparados aguardando o aumento do número de funcionários já previsto para 2011.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
O estoque de peças e equipamentos, com destaque para o grande número de assentos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

No hangar 3, finalizado em 2009, escritórios, almoxarifado, depósitos e áreas de apoio adicionais ainda estão novos em folha. Dava para ver diversas salas ainda com os computadores recém instalados, mas a empresa vai crescendo bastante, no mesmo ritmo da chegada de novas aeronaves, estando previsto a chegada de mais um 737 no dia 18 de dezembro, que será entregue pela Boeing.

As cabines de pinturas de peças, onde devido ao eficiente sistema de exaustão não sente-se nenhum cheiro de tinta.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Janelas das aeronaves 737s passando por um processo de limpeza e troca no caso de defeitos e riscos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Oficina de reparo dos assentos, onde são consertados os assentos dos passageiros, dos tripulantes e dos pilotos.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O Centro de Manutenção da GOL é relativamente novo, iniciando as atividades em 2006, e atualmente pode atender até 110 aeronaves. A ampliação está sendo feita para poder atender ao acréscimo da frota prevista para os próximos anos.

Um Boeing 767-200ER nas cores da Varig, pertencente ao Grupo GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 767-200ER da Varig dentro do Hangar 3.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-800 da GOL quase preparado para entrar novamente em serviço.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-700 da Gol sem a pintura, durante processo de manutenção no centro de manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Boeing 737-700 nas cores da Varig dentro do Hangar 1 do Centro de Manutenção da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Atualmente o Centro de Manutenção da GOL pode oferecer todos tipos de serviços para as aeronaves 737 e 767 de empresas nacionais, pois possui a certificação emitida pela ANAC. Previsto ainda para 2010, a GOL deverá receber a certificação da FAA, a administração de aviação civil dos EUA, possibilitando que o centro possa efetuar manutenção em aeronaves de empresas estrangeiras.

O auditório feito com diversos materiais reciclados, inclusive poltronas de aviões que seriam jogadas fora e tinta que já estava vencida.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)
O pequeno avião 737 da Gol feito com material reciclado que tornou-se "ponto turístico" dos visitantes do centro.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O que mais chama atenção no moderno centro é o cuidado com as questões ecológicas, presente em todos setores da empresa. No centro, a excelência nos serviços e o cuidado com a natureza é evidente inclusive nas oficinas e hangares, onde o investimento em equipamentos que diminuem o impacto na natureza é mostrado com orgulho pelos diretores e funcionários.

Um Boeing 767-300ER da Varig aguardando para entrar em manutenção no Centro da GOL.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Desde o material utilizado para pintura do piso dos hangares, passando pelos eficientes exaustores no hangar de pintura, até o reaproveitamento de água da chuva e utilização de paineis solares para captar energia para os chuveiros dos vestiários, faz com que a companhia aérea GOL sirva de exemplo para muitas outras empresas no quesito “ecologicamente correto”. Muitos dos processos executados na empresa excedem em muito as exigências de órgãos reguladores. Isso pode ser visto principalmente no hangar de pintura, onde os gigantescos sistemas de exaustão fazem com que mesmo durante o processo de pintura de uma aeronave, o nível de tinta suspenso no ar seja quase imperceptível.

Detalhes de um Boeing 737-800 da Gol.(Foto: Fernando Valduga / Cavok)

E falando em reaproveitamento, muito dos materiais que supostamente seriam descartados, são aproveitados pelo pessoal que com ótimas ideias transformam esse material em um Espaço Ecumênico, num Auditório para cerca de 300 pessoas e até num pequeno avião 737 que virou “ponto turístico” numa das entradas do hangar. Nesses espaços foram utilizados assentos que seriam jogados fora, tintas vencidas, carpetes inutilizados, peças de aeronaves, entre outras coisas.

O grupo de convidados que participou da visita ao Centro de Manutenção da Gol. O editor do Cavok Brasil, Fernando Valduga, é o primeiro da esquerda para direita.

Atualmente cerca de 1.100 funcionários trabalham no Centro de Manutenção da GOL, que também possui um outro centro no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e possui técnicos e engenheiros em todas as bases operacionais da GOL pelo país, sendo esses responsáveis pelos diferentes tipos de manutenções realizadas de forma inteligente e compentente em toda frota de aeronaves da companhia.

Agradecemos ao Fábio Lobo, Gerente de Comunicação On-Line da GOL, e a Juliana Guerra, da Burson-Marsteller, responsável pelos veículos de comunicação digital da empresa GOL, que gentilmente convidou o Cavok para participar dessa interessante visita.

Anúncios

15 COMENTÁRIOS

  1. Só espero muitas imagens delhadas,e quem sabe uns videos….

    To ficando exigente rsrs,fazer o que, o Blog é bom.

  2. Esse centro de manutenção era pra ter vindo pra Campinas/Viracopos. Mas nosso governo popular "primeiro os que mais precisam" fez toda a força do mundo pra perder o investimento.

  3. Vader deveria ter vindo para São Carlos junto com o da TAM e teriamos força para mais uma zona alfandegária em SP.

  4. VADER! N ESQUECE QUE O GOVERNO POPULAR QUE VC CITA, AJUDOU A ESSA EMPRESA A QUEBRA A VARIG, E AO MESMO TEMPO CONSEGUIR OS SLOTS DA VARIG! SEM MENCIONAR QUE O JOSÉ DIRCEU TEM AÇÕES DESSA COMPANHIA! AHAHA, AI JÁ VIU!

    SEM FALAR OQUE O FILHO DO LULA Ganhou UMA BELA FAZENDA, TODA PRONTA, VC SABE DE QUAL FAMILIA???? N PRECISO FALA NE!

  5. Gostei da fotos externas.

    Não sabia que a Gol estava investindo tanto,por conta própria.

    Com certeza essa matéria me ajudou muito,a empresa ganhou uns pontinhos na minha carteira para 2011.

  6. Gostei de ver as instalações da gol, é digno de empresa grande.

  7. Bela matéria Fernando… Parabéns!

    Fiquei emocionado em ver aviões da VARIG. Mesmo não sendo como a VARIG de antigamente, só pelo fato desta estar ostentando o nome, já é algo emocionante.

  8. Esqueci um detalhe que me chamou muita atenção: O auditório é show de bola!

    Agora só está faltando a TAM convidar a equipe CAVOK para visitar seu Centro Tecnológico.

  9. Este know-how todo veio da aquisição da Varig, já que ela tinha o melhor centro de manutenções de aeronaves comerciais da América Latina, inclusive com especialidades em aviões Boeing.

  10. eu ando muito nas aeronaves da gol eu acho a melhor campanhia aerea do brasil.

Comments are closed.