Um jato executivo leve Cessna Citation Mustang, fabricado em Independence, Kansas. (Foto: Cessna)

A Cessna Aircraft Company marcou essa semana 15 anos desde a abertura a sua fábrica em Independence, Kansas, onde a empresa já produziu cerca de 9.500 monomotores a pistões e mais de 350 jatos executivos Citation Mustang.

O trabalho na fábrica de Independence da Cessna, inclui montagem, pintura, instalação de interiores e de entrega de sete modelos de aeronaves monomotores a pistão – 172R Skyhawk, 172S Skyhawk SP, 182T Skylane, T182T Skylane Turbo, 206H Stationair, T206H Turbo Stationair e o TTX Corvalis – bem como o jato executivo leve Citation Mustang. Além disso, os funcionários da Cessna em Independence fornecem o treinamento a pilotos nos aviônicos Garmin G1000 e fabricam pequenas peças de aviônicos para aeronaves a hélice e para alguns jatos executivos que são construídos na sede da Cessna em Wichita, Kansas

A instalação fica em um local de 213 acres adjacentes ao Aeroporto de Independence (KIDP), que fica cerca de 125 milhas a sudeste de Wichita. Estruturas na propriedade incluem uma fábrica de montagem principal, instalação de pintura, prédio de vôo e um centro de entrega ao cliente.

“Os cerca de 500 Cessnans (funcionários da Cessna) de todo o sudeste do Kansas e nordeste de Oklahoma que trabalham em nossas instalações de Independence têm sido fundamentais para manter a liderança da Cessna no mercado único de motores a pistão e na introdução bem sucedida do Citation Mustang”, disse Eric Cardinali, vice- presidente da Cadeia de Suprimentos Integrada. “Nossa fábrica há muito de ambiente familiar, que é evidente na experiência do cliente e nos níveis de produtividade que vemos em Independence”.

A Cessna descontinuou a produção de aeronaves monomoters a pistão em Wichita na década de 1980 – em parte devido aos custos crescentes de responsabilidade do produto – e re-entrou no mercado após a passagem de 1994 da Lei de Revitalização da Aviação Geral dos EUA. A empresa preparou a terra para sua unidade em Independence em 19 de maio de 1995, e inaugurou a unidade em 3 de julho de 1996.

O primeiro monomotor a pistão produzido em Independence saiu da linha em novembro de 1996 e a unidade entregou a 9.000ª aeronave monomotora a pistão em março de 2010. No total, a Cessna já produziu mais de 154.500 monomotores a pistões desde a fundação da empresa em 1927.

Em 2004, a Cessna selecionou o site em Independence para fabricar seu novo Citation Mustang, o primeir Citation a ser fabricado fora de Wichita. Após a expansão significativa da instalação, Independence começou a produção do Mustang em 5 de outubro de 2005. Até o primeiro trimestre de 2011, a Cessna tinha entregado 356 Mustangs.

4 COMENTÁRIOS

  1. A Cessna entregou 356 Citation Mustang, devido ao preço baixo da aeronave que faz muitos operadores a migrarem para os jatos, além de ser uma excelente aeronave com ótima performasse e um custo benefício fantástico.

    • A nova linha executiva da Embraer assusta um pouco essas empresas menores focadas somente nesse mercado (das quais a Cessna é a maior). Na Flighglobal tem estatísticas completas de vendas por segmentos e parece que desde que a Embraer entrou no páreo o market share de quase todas deu uma reduzida considerável. É acompanhar pra ver como essa disputa se desenrola (torcendo pra Embraer! rs).

  2. Também estou na torcida pela jóia brasileira , a EMBRAER , tem banca até mesmo para desbancar , a CESSNA , e outra várias empresas que projetam e fabricam jatos executivos , os PHENOM 100 e 300 , estão ai pra comprovar isso , modernos , bonitos e com um acabamento interno sem igual no mercado .

Comments are closed.