Cerimônia marcou a junção da asa na fuselagem do turboélice regional MA700. (Foto: AVIC)

A Avic da China juntou as primeiras asas do MA700 à seção da fuselagem, aproximando o programa da construção de sua primeira aeronave de teste estática, a 10001.

A Avic confirmou a atualização no fim de semana em sua plataforma de mídia social WeChat, confirmando que a subsidiária Xi’an Aircraft Industrial Corporation havia concluído a montagem da asa na última sexta-feira.

De acordo com a fabricante de aeronaves chinesa, os engenheiros fizeram progressos constantes este ano no desenvolvimento de sua terceira aeronave turboélice regional “Modern Ark”, cujos predecessoras foram designadas MA60 e MA600. No final de maio, as seções de fuselagem principal e de nariz do MA700 saíram da linha de montagem e, no final de julho, a unidade Shaanxi Aircraft da Avic havia combinado as seções de nariz, frente e fuselagem principal.

A aeronave foi anunciada em 2007, seguida por um modelo de design em 2008, e a Avic havia planejado fazer seu primeiro protótipo MA700 em 2017, mas depois mudou sua data de lançamento para 2018. Uma série de contratempos agora levou seu primeiro voo de teste para final do ano e certificação da Administração de Aviação Civil da China (CAAC) até 2021. Embora a Avic não tenha confirmado se buscará o endosso da Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) e/ou da Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA), o fabricante estatal ainda não descartou a possibilidade.

A Avic não comentou se sua linha do tempo havia mudado, mas chamou 2019 de “um ano importante” para o desenvolvimento de seu novo turboélice regional. A aeronave chinesa sustenta que recebeu 285 pedidos de 11 operadores nacionais e estrangeiros; no entanto, pelo menos um desses operadores – Camboja Bayon Airlines – fechou suas portas.

Projetado para voar até 1.458 nm e com uma velocidade de cruzeiro de cerca de 343 nós, o MA700 de 86 lugares possui aviônicos Collins Pro Line Fusion e sistemas de dados aéreos e dois motores PW150C da Pratt & Whitney Canada, acionando hélices Dowty R504 de seis pás. Fornecedores chineses e estrangeiros contribuem para o programa, incluindo Honeywell, Safran, Parker Aerospace e Meggitt.

Anúncios