KJ-200 AWACS da Força Aérea chinesa. (Imagem ilustrativa)

O Ministério de Defesa da China disse que respondeu “legal e profissionalmente” a um encontro próximo entre um avião militar da China e dos EUA sobre o Mar da China Meridional.

Um oficial do Ministério de Defesa chines, que pediu anonimato, disse que um avião norte-americano teve um encontro próximo com um avião militar chinês que levava uma missão de rotina perto da Ilha Huangyan, e o piloto chinês respondeu com medidas legais e profissionais.

Esperamos que os EUA possam levar em consideração as relações militares bilaterais e adotar medidas práticas para eliminar a causa raiz de incidentes aéreos e marítimos entre os dois países“, disse o oficial.

A Marinha dos EUA acredita que o encontro entre seu avião P-3 Orion e um avião militar chines caracterizado como o KJ-200, avião de alerta aéreo antecipado (AWACS), foi “inseguro“.

A aeronave da Marinha dos EUA estava “em uma missão de rotina operando de acordo com a lei internacional“, disse o Comando do Pacífico dos EUA.


FONTE: Global times China

 

4 COMENTÁRIOS

      • Eu penso assim:

        – Quando se trata de nações não há benfeitores ou malfeitores e sim países defendendo seus próprios interesses que usam dos acontecimentos para se autopromoverem e gerar argumentos para embasar (ou justificar) suas ações.

        Quem está errado nestes encontros "inseguros"??? Depende muiiiiiito do ponto de vista!

        • Com certeza, você está certíssimo!

          Pode apostar que tanto o P-3 quanto o KJ200 (ainda mais por ser um AWACS rs..) sabiam da posição um do outro.

Comments are closed.