O biplano não tripulado Feihong 98 da China foi usado nos recentes testes de lançamento de carga em voo.

Na semana passada, a China testou um lançamento de carga pesada a partir de um biplano monomotor não tripulado Feihong-98.

O teste marca o primeiro lançamento aéreo na China de carga pesando mais de 500 kg em uma distância de mais de 500 quilômetros com uma aeronave de transporte não tripulada, disse Li Ruixing, presidente da Academia de Logística Conjunta do Exército de Libertação Popular (PLA).

“Lançamentos aéreos muitas vezes ocorrem dentro do alcance de fogo antiaéreo hostil, por isso, uma aeronave não tripulada diminui o risco de vida”, disse um especialista.

O feito foi conseguido durante um exercício de entrega aérea realizado recentemente em Zhangye, na província de Gansu, no noroeste da China. O exercício foi realizado em conjunto pela Universidade Nacional de Defesa do Exército de Libertação Popular e a Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China. O biplano não tripulado é baseado na aeronave chinesa Shifei Y-5B, que é fabricada sob licença na China a partir do Antonov An-2.

“Mais aeronaves de transporte não-tripuladas poderiam se unir ao arsenal de logística militar chinesa para lançamentos de cargas pesadas em longas distâncias no futuro, já que as forças armadas chinesas recentemente fizeram avanços no exercício de entrega de carga pesada com um avião de transporte não-tripulado”, disseram analistas militares chineses.

“Nós… exploramos um novo modelo conjunto de entrega de carga militar em combate, bem como em suporte logístico estratégico e tático”, disse Li.

“Como os aviões de transporte geralmente não precisam fazer manobras intensas e complicadas como caças, as missões de carga mais pesadas poderiam se tornar não tripuladas se essa tecnologia se tornasse madura”, disse um especialista militar ao Global Times no domingo.

“O exercício atendeu nosso objetivo esperado. É muito significativo para nossa cadeia logística não tripulada na guerra futura”, disse Bi Guangyuan, diretor executivo do exercício, informou a CCTV.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS