Planos para treinar pilotos de caças F-15SG na Nova Zelândia foram abandonados. (Imagem ilustrativa)

Cingapura abandonou planos de abrir um centro de treinamento de pilotos na Nova Zelândia, com o Ministério da Defesa (MINDEF) anunciando no dia 7 de janeiro que ambas as nações concluíram mutuamente que a proposta não seguirá adiante.

O MINDEF divulgou pela primeira vez que considerava usar o espaço aéreo relativamente calmo da Nova Zelândia para treinar tripulações de caças Boeing F-15SG Eagle da Força Aérea da República de Cingapura (RSAF) no início de 2017.

Como um pequeno país com espaço aéreo limitado, Cingapura sempre precisará de espaço de treinamento no exterior para manter nossa prontidão operacional“, disse o MINDEF na época.

Um local na base da Força Aérea Real da Nova Zelândia (RNZAF) em Ohakea foi avaliado, e embora nenhuma razão tenha sido fornecida para o projeto ser abandonado houve relatos da mídia de que moradores locais se opuseram aos efeitos da base sendo usada para operações de caças.


FONTE: IHS Jane’s

33 COMENTÁRIOS

  1. É. A população da Nova Zelândia se esqueceu de um passado não tão remoto.
    Povo que não aprende com sua História…

    • Confiam demais no isolamento geográfico. Um submarino nuclear basta para isolar a ilha.

      • Tomara, não precisem pagar muito caro na displicência em proteger sua política de bem estar social.

  2. Parece piada Cingapura querer se defender de alguém.
    Não há a mínima possibilidade contra outros países
    O máximo seria uma força interna de segurança.
    E só.

      • Comparação sem a menor noção do que posta.
        Singapura, o país todo tem a metade do tamanho da cidade de São Paulo.

        • Sem noção é comparar nazistas e resistência francesa.

          O texto é claro, mas eu explico: Israel é maior, mas não é uma ilha.

          O fato do país ser pequeno atrapalha a defesa em profundidade. Mas é uma ilha, não pode ser atacado de forma tradicional por uma coluna blindada como Israel já foi..

          Singapura só poe ser invadida de três formas:
          1) Ataque aerotransportado
          2) Desembarque anfíbio
          3) Acesso por ponte através da Malásia

          Nos três casos, as forças invasoras ficam vulneráveis a forte aviação do país. Sem derrotar a força aérea, não é possível realizar nenhum dos três feitos.

          Também, como já disse aqui mil vezes, Cingapura tem acordo de defesa com a Malásia, Austrália e Reino Unido. Basta aguardar reforço.

        • Aula grátis de estratégia.

          A estratégia de Israel sempre foi levar a guerra ao território inimigo em razão do território diminuto. Por isso, ataca preventivamente.

          Cingapura tem território menor, mas é cercada pelo mar com pontes para o continente. Isso impede um ataque direto com cavalaria.

          Uma ilha é uma fortaleza natural e sempre foi um desafio em qualquer campanha.

          Os americanos demoraram 4 dias para tomar a indefesa ilha de Granada com imensa capacidade anfíbia e aerotransportada.

          Sugiro fortemente a leitura de algumas campanhas como a invasão de Creta, da Sicília e a campanha japonesa e americana no pacífico.

          • Para que usar cavalaria para atacar uma ilha?
            Singapura tem dois inimigos históricos apesar das boas relações hoje, Malásia a 500 metros e Indonésia a 40 km, por isso se torna praticamente impossível uma cidade estado enfrentar o inimigo.
            A artilharia inimiga destuiria a cidade, eles contam com a possibilidade de uma coalizão os libertar, mais de metade de sua força está estocada fora de Singapura para isso.

            • Como já disse 5 milhões de vezes: Cingapura e Malásia tem acordo de defesa mútua. https://www.straitstimes.com/asia/se-asia/singapo

              O que tem maior alcance: artilharia ou aviação?

              A aviação destrói a artilharia antes. Por isso Cingapura investe em aviação. Também não vai esperar o inimigo atacar, mas destruir as forças inimigas na mobilização.

            • Se tivesse se dado ao trabalho de pesquisar os armamentos e equipamentos que Cingapura possui, nos privaria de um comentário sem embasamento deste e passava menos vergonha. Mas seria te pedir demais…

            • Vc disse: "mais de metade está estocada fora de Singapura". Vejamos:

              Total de 40 F15SG – 10 nos EUA
              Total de 60 F16 – 14 nos EUA
              Total de 17 AH-64 – 8 nos EUA
              Total de 32 AS332 – 12 na Austrália
              Total de 16 CH47 – 6 nos EUA

              São esquadrões de treinamento. Fora aeronaves específicas de treinamento (M346 e PC21), todas as demais são baseadas 100% em Cingapura.

        • Sem noção é achar que Singapura não consegue se defender….

          • Ilhas são um pesadelo desde de a antiguidade.

            Hoje, com uma aviação poderosa como a de Cingapura, com capacidade de ataque de longa distância (F15E e uma penca de reabastecedores) seria um osso duro para qualquer um.

            Cingapura pode realizar um ataque preventivo a milhares de quilômetros de distância.

          • Engraçado esta equipe, critica o Eduardo e o Tireless se ofende……

      • A melhor arma de Israel chama-se Estados Unidos.
        Sem essa arma, eles somem do mapa.
        E rápido.

        • A melhor arma de Israel é a vontade de ser livre. Por isso, as tiranias russas e chinesas perdem sempre.

        • Israel ganhou três guerras, atacou dois reatores nucleares e hoje impõe total humilhação na teocracia fascista iraniana. Tudo isso sem precisar dos EUA.

          Aceite e não reclame Xings!

        • Meu Deus do céu, é cada comentário nada haver, você fala como se Israel fosse um país pobre e desarmado kkk se não sabe Israel é a nação mais bem preparada e armada naquelas bandas, poderia lidar tranquilamente (como o faz) com os seus inimigos

        • Israel já venceu três guerras e está massacrando os prepostos iranianos na Síria sem precisar dos EUA. Aliás não fossem os EUA Israel já teria atacado o Irã e não fosse a Rússia as IDFs já teriam chegado a Damasco.

          Aceite Xings! E não insista

        • Israel está há 70 anos derrotando sistematicamente seus adversários sem ajuda dos EUA. E ainda derrubou alguns pilotos russos no processo. E acabou de atacar os prepostos iranianos na Síria.

          Israel continuará onde está Xings! Aceite o fato e não insista…

    • Sempre uns cometários depreciativos sobre qualquer país que não é aliado da Rússia ou dos EUA.

    • Piada é alguns dos aliados esquálidos da China conseguir se defender de alguém Xings!

      Aceite….

  3. A defesa de Cingapura é praticamente impossível perante um ataque em massa sem anúncio prévio por um forte oponente, o que muda radicalmente em caso de aviso prévio ou ataques localizados de oponentes mais fracos. Considerando seus vizinhos, isso não devo ocorrer, são muito mais fracos militarmente.
    O que se esperaria em caso de invasão seria algo parecido como que ocorreu no Kuwait, uma ampla coalizão para liberar o país, mas no caso com grande atuação das próprias forças de Cingapura.

    • Tem razão. O problema é realizar uma mobilização em massa de forma silenciosa. Cingapura tem satélites de observação próprios (TeLEOS), sem falar de inteligência eletrônica.

  4. Cingapura tem só dois aeroportos que podem operar os jatos de combate na sua cidade estado, por isso mesmo com seus treinamentos de decolagem e pouso em estradas seria impossível os caças operarem para fazer a defesa com suas bases fara de combate.
    O que seu exército pode é tornar uma invasão custosa demais ao inimigo.
    Quanto a ataques preventivos, isso é coisa do estado criminoso de Israel, não seria feito por Singapura.

    • A Rússia invadiu a Geórgia e a Ucrânia. Patrocina narco-guerrilha na Moldávia.

      A China já invadiu quase todos os vizinhos. Ocupa o Tibet. Ocupa parte da Índia. Constrói ilhas artificiais a despeito da decisão da corte internacional de justiça. Patrocina narco-guerrilha em Myanmar.

      E criminoso é Israel que luta com bandidos.

      • Obrigado por complementar, estes tres estados cometem vários crimes, podemos acrescentar os EUA colocando só o Panamá e Granada, e olhe que a lista é grande.

        • Israel tem todo o direito de se defender da agressividade dos seus vizinhos e da teocracia fascista iraniana. Nesse contexto tem mais é que atscar preventivamente. Negar isso é ser seletivo e hipócrita meu caro Walfrido!

        • Não conheço tropa americana em Granada ou no Panamá.

          Georgia, Ucrânia, Tibet e Índia estão ocupados faz tempo.

    • "estado criminoso de Israel" eu não li isso kk, de certo são criminosos por atacar um regime ditatorial que massacra as minorias e as mulheres, e que varreriam Israel e todos os judeus da face da terra se pudessem, é isso?

    • Não houvesse sido ameaçado Israel jamais teria atacado.

      Você deveria se informar mais meu caro Walfrido. Ou ser menos seletivo nos seus critérios de julgamento.

Comments are closed.