Projeto UltraFan terá 3,55 m de diâmetro e utiliza novas ligas de carbono e cerâmica em sua construção

A Rolls-Royce começou a fabricar as maiores lâminas do rotor do mundo, para seu mecanismo demonstrador UltraFan, que estabelecerá novos padrões de eficiência e sustentabilidade.

Como conjunto, as lâminas compostas têm um diâmetro de 3,55 metros, quase do tamanho de uma fuselagem de uma aeronave de corpo estreito atual, e estão sendo fabricadas no centro de tecnologia da empresa em Bristol, Reino Unido. A etapa também marca o início oficial da produção de peças para o demonstrador.

O motor da Rolls-Royce superará o GE9X, desenvolvido pela GE Aviation, para o Boeing 777-9 e que possui uma largura de 3,40 metros, mas empuxo unitário de 110.000 lbf.

Comparativo do diâmetro do UltraFan comparado com a fuselagem de um A320.

O UltraFan estabelecerá novos padrões de eficiência e sustentabilidade, oferecendo uma redução de combustível de 25% em comparação com a primeira geração do motor Trent, e proporcionará a mesma redução percentual de emissões. Parte dessa melhoria de eficiência vem das pás e do gabinete do rotor do UltraFan, que reduzem o peso em uma aeronave bimotor em 700 kg, o equivalente a sete pessoas que viajam “sem bagagem”.

Chris Cholerton, presidente da Rolls-Royce Civil Aerospace, disse: “Esta é a década do UltraFan e é emocionante entrar na década de 2020 com o início da produção do mecanismo de demonstração. Temos todos os componentes, o design, as tecnologias, um novo banco de testes e agora estamos realmente vendo o motor se unir.”

O UltraFan, que iniciará testes de solo em 2021 e estará disponível no final desta década, tem um design escalável de 25.000 lb a 100.000 lb. Também possui:

• Uma nova arquitetura do núcleo do motor – para oferecer a máxima eficiência na queima de combustível e baixas emissões
• Compósitos avançados de matriz cerâmica – componentes resistentes ao calor que operam com mais eficiência em altas temperaturas da turbina
• Um projeto de engrenagens para maximizar a eficiência do motor com alto empuxo e alto desvio

O UltraFan é um elemento-chave da estratégia de sustentabilidade da Rolls-Royce, que envolve pesquisas contínuas para melhorar o desempenho das turbinas, além de pioneirizar a eletrificação e trabalhar com parceiros industriais para acelerar a incorporação de combustíveis de aviação sustentável.

Também faz parte da visão da Rolls-Royce IntelligentEngine, que reúne seus produtos, serviços e tecnologia digital.

Motor de desenvolvimento do Sistema Avançado de Baixa Pressão (ALPS) da Rolls-Royce durante testes em voo no banco de ensaios de voo da Rolls-Royce. (Foto: Rolls-Royce)

As pás do rotor são criadas através do acúmulo de centenas de camadas de materiais de fibra de carbono, pré-cheias com material de resina de última geração, aprimorado pela resistência. O calor e a pressão são aplicados e cada lâmina é finalizada com uma fina borda de titânio, que oferece proteção extrema contra erosão, objetos estranhos e ataques de pássaros.

As lâminas compostas já foram extensivamente testadas em um mecanismo de desenvolvimento do Sistema Avançado de Baixa Pressão (ALPS), incluindo testes em voo em uma plataforma de testes de voo da Rolls-Royce.

O ALPS é uma parceria entre a Rolls-Royce, a Clean Sky, a Innovate UK, a BEIS, a ATI, a ITP Aero e a GKN. O portfólio de tecnologias em desenvolvimento para permitir o UltraFan é suportado pela ATI, Innovate UK, LuFo e Clean Sky 2.

Anúncios

1 COMENTÁRIO