Está em andamento a competição para escolher o motor definitivo para o caça de quinta-geração da Índia e Rússia.

Três empresas russas estão competindo para ganhar o contrato de desenvolvimento do motor para o novo caça de quinta-geração da Índia e da Rússia, respectivamente os programas FGFA e PAK-FA.

As empresas NPO Saturn, Salyut e Klimov Plant estão atualmente levando em frente o contrato preliminar de pesquisa e desenvolvimento da fase 2 do motor, o qual será desenvolvido entre cinco e seis anos.

Desenvolvido pela fabricante indiana Hindustan Aeronautics Ltd (HAL), e pela fabricante russa Sukhoi Corporation, a nova aeronave deverá custar algo entre US$85 e US$100 milhões a unidade, e todo custo de desenvolvimento será igualmente dividido pelos dois países.

O projeto do FGFA será baseado no projeto do caça russo PAK-FA, enquanto que a Índia fornecerá materiais compostos para a seção ao redor do motor e a inteligência artificial que será usada nos aviônicos integrados.

A Força Aérea da Índia (IAF) deverá introduzir em operação a versão biplace (com dois manches para treinamento) do caça multimissão em 2017, enquanto que a Rússia deverá colocar em operação a versão monoplace em 2015.

O demonstrador de tecnologia T-50 do caça FGFA (PAK-FA) efetuou seu primeiro voo no dia 29 de janeiro de 2010.

SEM COMENTÁRIOS