A modernização nos C-130H franceses permitirá a operação sem restrições em qualquer espaço aéreo, civil ou militar. Imagem ilustrativa Yestay Manabayev.

A empresa americana Collins Aerospace, do Grupo United Technologies, completou a
modernização do primeiro dos quatorze aviões de transporte Lockheed Martin C-130H da Armée de l’Air (Força Aérea Francesa).

O avião foi equipado com o conjunto de aviônicos Rockwell Collins Flight II e o sistema visual de apresentação de dados HGS-4500 do tipo Head-Up Guidance (HGS) com um sistema multiespectral EVS-3000, para melhorar a consciência situacional dos pilotos. Uma câmera infravermelha para detecção de obstáculos também foi incluída, sendo integrada ao HGS.

Estas melhorias permitirão aos C-130H franceses operem sem restrições em qualquer espaço aéreo civil ou militar cumprindo os requisitos da Organização Internacional de Aviação Civil. Além disso, o conjunto de aviônicos Flight II instalado, é comum com outras aeronaves em serviço na Força Aérea Francesa como o E-3 AWACS e o KC-135. O HUD instalado é semelhante aos que equipam os novos C-130J.

Imagem Rockwell Collins

Uma vez concluídos os voos de teste e o processo de certificação dos dois primeiros C-130H pela “Direcção Générale de l’Armement (DGA)”, a empresa Collins Aerospace juntamente com a Sabena Technicks, fornecerão os kits de modernização ao Service Industriel de l’Aéronautique (SIAé) da Força Aérea Francesa, que completará o processo de
modernização nos 12 aviões restantes.

A Collins Aerospace foi escolhida como contratada principal no programa de modernização em setembro de 2016, tendo a Lockheed Martin e a Sabena Technics como parceiras.


 

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Belíssima a pintura do C-130 da primeira foto!

    E é como tenho dito; quem tem seus Hércules ainda vai utilizá-los e modernizá-los por um bom tempo…

Comments are closed.