A Coréia do Sul está considerando a aquisição de caças F-35B Lightning II. (Imagem ilustrativa)

A Coréia do Sul está considerando operar caças F-35B a partir do mais novo navio de desembarque anfíbio programado para ser implantado em 2020, como parte dos esforços para fortalecer seu poder naval, disseram fontes na segunda-feira.

As autoridades discutiram recentemente se o segundo navio de classe Dokdo de 14 mil toneladas pode carregar o F-35B, variante de decolagem curta e pouso vertical do caça furtivo dos EUA.

Eu entendo que os militares de alta patente recentemente discutiram se eles podem introduzir um pequeno número de caças F-35B e operá-los a bordo do novo navio que já foi implantado e outro para ser adicionalmente construído“, disse uma fonte militar à Yonhap News Agency, em anonimato.

O navio Dokdo existente é visto capaz de operar apenas helicópteros de transporte porque seu deck não é feito de materiais que podem suportar altas temperaturas ou fricção causadas por caças.

“Considerações continuarão sobre se podemos operar os F-35B redesenhando os decks do Dokdo e o novo navio que está sendo construído“, disse outra fonte.


FONTE: Yonhap

Anúncios