Boeing 737 NG da Gol Linhas Aéreas.

A Gol Linhas Aéreas anunciou que, entre os dias 28 de março e 3 de maio, manterá apenas a malha essencial de 50 voos diários, dos cerca de 700 voos que normalmente opera.

Os voos conectarão todas as capitais brasileiras a partir do Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU), em São Paulo.

A Gol informou que a readequação temporária de sua malha doméstica segue a resposta à crise da saúde pública vivida em razão da pandemia do coronavírus (Covid-19) no Brasil e no mundo, e à nova demanda por transporte aéreo em tempos de isolamento domiciliar e distanciamento social.

As operações regionais e internacionais estarão suspensas neste período. A medida foi anunciada nesta terça-feira (24), em razão da pandemia do coronavírus. O tempo limite das conexões também será flexibilizado para até 24 horas.

A Gol afirma ainda, em nota, que fará voos extras para atender eventuais demandas específicas em destinos regionais e internacionais.

Desde o início da crise do novo coronavírus, no início de março, a Gol já reduziu, aproximadamente, 92% da oferta nos mercados domésticos e 100% nos internacionais.

A companhia sugere a todos os clientes que tenham voos agendados nesse período para que antecipem suas viagens para esta semana, em qualquer dia e horário, sem nenhuma cobrança de taxa adicional, evitando-se assim possíveis restrições de itinerários na nova fase que se inicia no próximo sábado.

Anúncios