logo_cruzex

Acontece nesse exato momento, na Base Aérea de Natal, a coletiva de imprensa de abertura do Exercício Cruzex 2013, os representantes de cada nação participante respondem as perguntas de jornalistas de diversas partes do mundo.

Em breve mais detalhes.

 

 

A lista de aeronaves e países dessa edição:

 

Força Aérea Brasileira

14 F-5M
1° Grupo de Aviação de Caça – Rio de Janeiro (RJ)
1°/14° Grupo de Aviação – Canoas (RS)

1°/4° Grupo de Aviação – Manaus (AM)

7 A-1
1°/16° Grupo de Aviação – Rio de Janeiro (RJ)
3°/10° Grupo de Aviação – Santa Maria (RS)

3 RA-1
1°/10° Grupo de Aviação – Santa Maria (RS)

 4 F-2000
1° Grupo de Defesa Aérea – Anápolis (GO)

5 A-29
2 E-99

2°/6° Grupo de Aviação – Anápolis (GO)

4 H-60L
4 AH-2

2°/8° Grupo de Aviação – Porto Velho (RO)

1 H-1H
1 H-34
3°/8° Grupo de Aviação – Rio de Janeiro (RJ)

2 C-130
1 KC-130
1°/1° Grupo de Transporte – Rio de Janeiro (RJ)

 2 C-105
1 SC-105

2°/10° Grupo de Aviação – Campo Grande (MS)

Fuerza Aérea Argentina

06 A-4AR Fightinghawk
Grupo 5 de Caza
01 KC-130 Hércules

Royal Canadian Air Force
01 CC-130J Hércules

Fuerza Aérea de Chile
06 F-16 Fighting Falcon
01 KC-135 Stratotanker
Grupo de Aviación Nº10

Fuerza Aérea Colombiana
06 A-37 Dragonfly
Escuadrón de Combate 311
01 KC-767 Júpiter
Escuadrón de Transporte 811

Fuerza Aérea Ecuatoriana
03 A-29 Super Tucano
Escuadrón de Combate 2313

United States Air Force
06 F-16 Fighting Falcon
01 C-130 Hércules
01 KC-135 Stratotanker
Aviación Militar Bolivariana

05 F-16 Fighting Falcon
Grupo Aéreo 15

Fonte : FAB (Força Aérea Brasileira)

 

Anúncios

26 COMENTÁRIOS

  1. Pelo visto, alguns FABianos se morderam com a 'estória' do F-16 Troll…

  2. Mas também por outro lado é complicado, não poder divulgar os podres FAB por medo de retaliação, acaba sendo uma forma de censura!!!

    Mas que a turma gosta de lixo de deserto, não tem como negar!!!! Fica igual pintinho no lixo KKKKKK!!!

  3. A nota no site da FAB diz que o fotografo não estava credenciado.Tanto é que outro fotografo do mesmo grupo participou normalmente.A verdade mesmo só quem deve saber é a própria FAB.

  4. A nota da FAB para mim, foi digna dos tempos da ditadura, e o jornalista postou um arquivo em PDF desmentindo o Brigadeiro-do-Ar Marcelo Kanitz Damasceno.

    Tem muita sujeira debaixo desse tapete e isso abre um precedente muito ruim para a imprensa especializada em assuntos militares…..

Comments are closed.