O 2.500º jato executivo Falcon entregue pela Dassault, um Falcon 900LX entregue para um cliente nos EUA. (Foto: Dassault)

A Dassault Aviation entregou recentemente seu 2.500º jato executivo, marcando ainda mais um evento histórico na saga da linha Falcon. A aeronave, um Falcon 900LX, foi entregue no Centro de Finalização de Little Rock para um cliente Falcon de longa data com sede nos Estados Unidos.

A entrega representa um marco significativo tanto para a empresa como para a linha Dassault Falcon, que liderou a indústria em desempenho, conforto, economia e eficiência desde que o primeiro Falcon foi entregue em 1965.

No meio século desde que o lendário Falcon 20 introduziu os executivos em viagens de negócios, os operadores de todo o mundo se sentiram atraídos pela paixão, pela excelência, qualidade e inovação tecnológica refletida na marca Falcon. Uma paixão transmitida pelo fundador da empresa Marcel Dassault e compartilhada pelos engenheiros, técnicos, artesãos que projetam, criam e atendem os aviões Falcon.

Com uma geração de melhorias contínuas, os Falcons permanecem sendo o padrão da indústria, desde o primeiro Falcon 20 até o novo trijato Falcon 8X, que expande o alcance e o tamanho da família Falcon, oferecendo controle de voo digital e nível de ruído da indústria.

Com a adição do totalmente novo trijato Falcon 5X de fuselagem ultra larga, configurado para entrar no mercado em 2020, a linha Falcon irá abranger a gama completa de grandes requisitos de cabine da aviação de negócios, de tamanhos super médios para cima.

“Durante o meio século que está em operação, a frota Falcon acumulou um impressionante tempo de 17,8 milhões de horas de voo com cerca de 1.230 operadores em 90 países ao redor do mundo”, disse Eric Trappier, presidente e CEO da Dassault Aviation. “Além disso, dos 2.500 Falcons entregues até à data, mais de 2.100 ainda estão voando – o que é um claro testemunho da alta qualidade e robustez do nosso avião Falcon e a dedicação daqueles que os apoiam”.

Desde 1965, os aviões Falcon lideraram o caminho para a introdução de novas tecnologias para a aviação empresarial: a primeira asa supercrítica, o primeiro head-up display (HUD), os primeiros controles de voo digitais, o primeiro sistema de modelagem do Gerenciamento do Ciclo de Vida do Produto.

Dassault Falcon 900LX em voo. (Foto: Dassault)

E, mais recentemente, o FalconEye, o primeiro HUD com uma capacidade combinada de visão aprimorada e sintética, que oferece segurança e eficiência operacional sem precedentes. E o Falcon Sphere II conjunto eletrônico integrado de documentos de voo, que estabelece um novo padrão em operações do cockpit sem papel.

Além disso, a linha Falcon esteve entre os líderes na oferta de operações confiáveis ??ao redor do mundo no atendimento ao cliente 24/7. Além da rede de 51 centros de serviço, mais 100 representantes em campo e 15 centros de peças sobressalentes com mais de US$ 800 milhões em estoque de peças sobressalentes, a Dassault foi pioneira na otimização do suporte de aeronaves no solo, nomeadamente através da FalconResponse. Equipado com um par de Falcon 900s com base nos Estados Unidos e na Europa, o FalconResponse voou mais de 300 missões desde que foi lançado há dois anos. Mais de 40% das missões FalconResponse fazem uso de um sistema de elevação alternativo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Cada um tem um gosto, acho muito mais bonito esses Falcon do que os Phenom.

  2. Eu sempre achei bonitos os Falcon trimotores, mas uma aberração.
    Porque não usar dois mais fortes ao inv€s de três, sempre me pareceu um conceito ultrapassado.
    Começaram a linha Falcon com o Falcon 20 em 1963 e depois com o Falcon 10 em 1970 e em 1976 vieram com o Falcon 50 trimotor.
    Não tinha lógica ainda fabricar um trimotor mas o cliente gostando, que mal tem, com o Falcon 900 usando 3 × Honeywell TFE731-5BR-1C turbofan 4,750 lbf cada um, 14,250 lbf no total.
    Lançaram em 1993 o Falcon 2000 com 2 × Pratt & Whitney Canada PW308C turbofans 7000lb cada, 14,000 lbf no total com um alcance um pouco menor.
    Depois em 2005 ainda lançaram os trimotores 7X e o 8X com 3 X Pratt & Whitney Canada PW307A e PW307D com 6,400 e 6,722 lbf respectivamente.
    Agora em 2017 jogam suas fichas no novo modelo bimotor Falcon 5X para longas distancias com 2 × Snecma Silvercrest com 11,450 lbf cada.
    . https://en.m.wikipedia.org/wiki/Dassault_Falcon_5
    .
    Agora em 2017 anunciaram um novo Falcon 9X, mas um bimotor aproveitando a estrutura do Falcon 5X porem mais leve que deve substituir os trimotores encerrando de vez esta linha bela porem ultrapassada.

Comments are closed.