O caça Rafale deve ser oferecido para a Força Aérea Canadense, que estuda opções no lugar do F-35.
O caça Rafale deve ser oferecido para a Força Aérea Canadense, que estuda opções no lugar do F-35.

A fabricante francesa de aeronaves Dassault Aviation irá responder a um pedido de informações do Canadá com seu avião de combate Rafale e disse que estaria pronta para participar de um concurso, onde Ottawa está pensando em voltar atrás na sua decisão de apoiar o Lockheed Martin F-35, disse o novo executivo-chefe Eric Trappier ao diário francês Les Echos.

“O Canadá é potencialmente o primeiro país que poderia desafiar o F-35”, disse Trappier.

“Estamos prontos para explicar como a oferta Rafale poderia ser, as suas capacidades operacionais e a cooperação industrial”, acrescentou ele numa entrevista que foi publicada na edição de quarta-feira do Les Echos.

As autoridades canadenses disseram no mês passado que o governo iria reiniciar o processo de busca de um novo caça para a Força Aérea do Canadá após os custos crescentes obrigar o governo a repensar os planos de compra dos caças F-35 da Lockheed Martin.

Eles disseram que ainda é possível que Ottawa acabe decidindo comprar o F-35, desmentindo as reportagens que o Canadá teria abandonado a ideia de adquirir o caça furtivo dos EUA.

Fonte: Reuters – Tradução: Cavok

Iniciamos o ano de 2013, e eu gostaria de desejar um maravilhoso ano para nossos leitores e amigos. Aproveito para solicitar mais uma vez a ajuda de todos com as contribuições para o site, que ajudam muito nas despesas de hospedagem. Para contribuir, utilize as formas de pagamento online abaixo ou nos botões localizados na barra lateral. Quem quiser também poderá doar através de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – Agência: 0181-3 – C/C: 12.742-6 – Favorecido: Fernando Valduga. Desde já meu muito obrigado!




Enhanced by Zemanta
Anúncios

79 COMENTÁRIOS

    • Dentro do quintal do TIO SAM…kkk!!! Audacioso esse novo diretor de vendas da Dassault! ê francesada vai oferecer a " transfert de technologie " essa Estorinha só cabe na "Brasill Putenfia"! um abraço.

      • como a França incomoda alguns brasileiros… é impressionante…

  1. Será que o Rafale teria chances? Mesmo que o Canadá abandone o JSF ou mesmo diminua o pedido, a tendencia seria continuar com aeronaves americanas seja para substituir ou mesmo complementar um número reduzido de F-35s. Poderiam mesmo optar por células novas do SH o que facilitaria a logística e diminuiria custos já que o F-18 já faz parte de seu inventario. O Rafale mesmo sendo uma boa aeronave já se tornaria uma opção mais custosa em tempos de crise.

  2. Isso tudo é desespero para vender é? Onde seria possível que o Canadá, que divide a fronteira com os EUA e compartilha com os mesmos a defesa aérea (NORAD) iria adquirir o Rafale? Em consideração com a minoria francófona de Québec? Ademais, na hora que os canadenses colocarem os custos na ponta do lápis e constatarem que o Rafale custará para adquirir e manter quase o mesmo que um F-35, com a desvantagem de ser de uma geração inferior, vão dar para trás rapidinho. Ademais, a geopolítica fala mais alto. Se não for o F-35 será o SH ou então o Typhoon,embora para determinados apologistas do vetor gaulês super-hiper-ultra-mega-thunder-blaster-omni-role, isso seja irrelevante.

    • Amigo Tireless, o problema é que ninguém quer pagar pra ver se o F-35 irá contornar sua série de problemas. Pode demorar décadas como o F-22.

      Melhor é confiar nos franceses, nunca fizeram um caça problemático ou feio como o F-35. MirageIII, F1, 2000, Rafale, todas belíssimas aeronaves, diferente da Piâmide Voadora (como diz o amigo Wagner), que além de problemático é feio que dói.

      • "Melhor é confiar nos franceses, nunca fizeram um caça problemático ou feio"

        Mas por acaso os caças que você defende o Mig-29, o flanker e o mig-31 não foram problemáticos? Não deram dor de cabeça aos engenheiros? Não tiveram que sofrer inúmeras modificações para se compararem aos caças ocidentais?
        Por isso que eu digo que vocês não sabem do que estão falando.

        Agora quanto ao fato do F-35 ser "feio" é mais uma piada do que um argumento maduro.

        • "argumento maduro"??? ah vá ver se estamos na esquina! rsrsrsrs senhor sabe tudo!

        • Estamos falando da França, e não dos russos.

          Deixe Moscou fora disso, e preocupe-se, por exemplo, em nos mostrar seu diploma de Eng. Aeronautico, Sr. JPC…

          AAhh é´´e, esqueci, vc não tem um ! Putz, me perdoe…

          O raciocinio é simples : Se vc tem um orçamento limitado, pouco tempo disponivel devido a competição armamentista, prazos, e o medo sempre presente de uma bando de loucos capitalistas seguirem o exemplo de Hitler, entrartem em seu país e tentar exterminar sua raça, qualquer falha num Mig ou Sukhoi é perdoável.

          Agora, se você tem um orçamento ilimitado, a mais bem paga mão de obra técnica do mundo, os mais avançados computadores, ainda mais grana do Congresso disponivel a vontade, tempo de sobra para produzir um caça sem o panico de uma invasao iminente, e AINDA ASSIM, você faz um produto que é :
          -CARO,
          -NÃO FEZ O QUE PROMETIA,
          -FICOU AINDA MAIS CARO,
          -COM PARCEIROS INTERNACIONAIS TIRANDO O TIME DE CAMPO,
          -E FALHANDO EM TODAS AS PROMESSAS DE SUBSTITUTO UNIVERSAL QUE FEZ DURANTE 15 ANOS DE PROPAGANDA CHEIA DE LADAINHA AMERICANOFILA…

          É de se questionar mesmo a validade do F 35 como o melhor caça do Universo, tal como vcs alardeiam…

          Olha a grana que os americanos tinham, e olha o que os russos e franceses tem, se depois de toda essa grana essa Pirãmide Voadora não faz o que devia fazer, pelo amor de Deus…

          Não, o F 35 nao tem o luxo de falhar, do jeito que está falhando, era para ser perfeito como a Lockheed prometeu, não era ???

          Me expliquem : PQ tantos problemas com ele ???

        • O MiG-31 nasceu como o primeiro vetor a contar com um radar de varredura eletrônica, isso na década de 80…
          O MiG-29 foi a primeira aeronave a exibir mísseis com capacidade off-boresight (R-73), bem como mira montada no capacete, também na década de 80…

          Nunca foram "problemáticos"…

          Já o F-35, assunto deste tópico, é um projeto que apresenta custos astronômicos, e crescentes! E não apresenta uma capacidade a ponto de justificar esse investimento. O Rafale, por outro lado, está operacional, e poderá executar as missões vindouras dos canadenses, sem problemas…

          Cair fora do programa F-35 é algo que todos procuram… Culpado? Atende pelo nome de Lockheed Martin…

          • Os EUA, a Boeing e principalmente o Super Hornet estão logo ali, do outro lado da fronteira. É tudo uma questão de geopolítica meu caro ucraniano! Mas esqueci que geopolítica não é o forte de vocês…..no mais, embora com os conhecidos problemas de custos, o F-35 certamente trará um aumento de capacidades que superará em muito do vetor gaulês, que por sinal já está custando quase o mesmo que um F-35 ( Rafale: 64 milhões de Euros x F-35A: 105 milhões de dólares – 5º LRIP)

        • O Relojoeiro, falou dos caças franceses e vc vem com os caças russos? Seria falta de argumento de sua parte?

    • Caramba… tinha tempo que eu não via uma resposta tão objetiva. É exatamente isto… duvido muito o Canadá deixar de comprar algo americano, mesmo que não seja o desejado Lockheed Martin F-35. Não é impossível, mas é muito, muito difícil.

      Sds.

    • A Austrália foi dos principais utilizadores do Mirage III…

      • A familia Mirage, AK -47, Colt 45, UH-1H, FAL, Fuzil Mauser e alguns outros são OBRAS DE ARTE e mais da metade do mundo os usaram .
        A minha afirmação é GEOPOLÍTICA .

        • Geopolíticamente falando a Austrália é, a par do Canadá, muito mais próxima dos EUA que da França.

  3. Por quê não? Fora os custos não vejo nada demais de se operar o RAFALE no NORAD…

    • Caro J MessiaH,

      Falou tudo.

      Fora os CUSTOS, on Rafale não tem nenhum problema. 😀 SHAUSAUHSHUSUHAUHA!!

      []'s

      • Então o Typhoon, que muitos adoram endeusar para atacar o Rafale fica com esta: é caro e incompleto! ponto para o Francês! 🙂

      • Do que vc ta rindo? Diferente do que o HMS_TIRELESS comentou o F-35 tem tudo para ter um custo muito, mas muito superior ao do seu odiado Rafale.
        Eu em!!!!
        E devo lembrar que os mexicanos compraram o EC-725 mesmo sendo francês e fazendo fronteira com os EUA, e aí vai dizer que os baba-ovos dos mexicanos são antiamericanos?

        • Carl:
          No último LRIP o preço do F-35A flyaway está em 105 milhões de dólares. Em comparação o Rafale C custa nas mesmas condições 64 milhões de Euros (83,2 milhões de dólares). Ou seja, o preço do vetor americano está caindo e tem tudo para igualar o do Rafale.

        • Caro Carl94fn,

          Eu não odeio o Rafale. Na verdade até admiro o mesmo. 🙂

          O problema é que o caça francês é caro hoje, e será ainda mais caro amanhã. O F-35, só com as encomendas americanas terá no mínimo 4x o número de encomendas do Rafale, e já estou contando com as vendas para a Índia. Fora que em termos de capacidade, não podemos nem comparar um com o outro, seria injusto com o caça francês.

          Então, para a França faz todo o sentido ter o caça francês, visto que é sinônimo de autonomia, e certa independência de equipamentos estrangeiros, para clientes externos, os argumentos falham, visto que significará depedência, como significa o F-18, o SU-35S, o Typhoon. Nesse caso, o que conta é o custo operacional do mesmo, e o preço de aquisição. E ae é que está o problema do caça francês.

          []'s

          • Nick, só uma pergunta: o que as FAs do mundo farão com seus aviões, F-16, F-15, Rafale, Su30, Gripen…. quando o F-35 "estrear"? pois, pelo jeito que "vcs" falam, parece que esta caça é um novo mito, um novo F-22, tem garantia de sucesso contra qualquer outro… a pouco um "colega" disse que o Rafale é ultrapassado… acho que tem muita gente vivendo no mundo da Apple (fabricante de eletrônicos) onde o cliente nem absorve as beneficies do produto comprado e a fornecedor já lança outro "mais moderno" e o que nem se sabe operar ainda fica obsoleto e ultrapassado…
            Creio que o F-35 terá vantagens de furtividade garantida sobre os 4,5 geração… e terá desvantagens também… na media será superior, mas nada de imbatível ou "garantido"… mesmo assim precisa provar seu valor, portanto devemos aguardar mais alguns anos… quando o F-35 estiver maduro, provavelmente estarão voando F-15 e Rafales de geração mais avançada, com tecnologias de sensoriamento até mais modernas, para compensar o Gap tecnológico conceitual do F-35… diria que serão M4s frente ao um FNSCAR (F-35)…

  4. Pq todo esse pânico dos americanofilos ??

    O Rafale é um excelente vetor, mas concordo que seria mais fácil eles comprarem mais F 18…

    A questão é : pensamento do americanofilo : Lula queria Rafale. Então, Rafale é feio. Logo, amemos os USA !

    O Rafale não deixou de ser um excelente caça só pq o Lula queria ele…

    • Caro Wagner,

      O Rafale não é feio. Mas não dá para aceitar à qualquer preço. 🙂

      []'s

    • Symon

      Eu comemoro pq talvez o povo iraniano não seja massacrado tal como os iraquianos.

      Isso, de fato, eu comemoro…

      Mas a crise economica lá já é evidente… ( no Irã, devido ao bloqueio…)

      • Infelizmente o povo iraniano está pagando um alto preço pela falta de escrúpulos do regime….

  5. Rafale no Canada?Só se for na Força Aérea de Quebec.Mas sabem quando os quebecois vão se tornar independentes?Nunca!!!!!!!!!!!!

  6. Incrível como os fanboys vem rápido para defender os interesses do seu idolatrado EUA.

    A torcida (já sem credibilidade) dos americanófilos não muda o fato de o Rafale ser um excelente caça, o melhor 4.5 geração do ocidente e sem a centésima parte dos problemas do F-35.

    • Já os fan-boys russos têm um comportamento totalmente diferente!!! RSRSRSRS

      Por falar em credibilidade, quem é esse cara do seu avatar mesmo??

      • O cara que salvou o rabo de todo mundo na Europa do nazi fascismo, e impediu a extinção da raça eslava.

        Só isso…

        Deixe nossos avatares fora das discussões e responda tecnicamente ao questionamento do Relojoeiro.

    • Por acaso vocês não vem defender os interesses da idolatrada mãe Rússia, mesmo sem saber direito sobre o que estão falando?

      "Rafale ser um excelente caça, o melhor 4.5 geração do ocidente"

      È realmente um excelente caça, mas daí a ser o melhor é só questão de opinião. Um caça é melhor de acordo com a necessidade de cada força aérea e não pela vontade dos fãns. Na verdade, além de um poucos dogfights divulgados na internet vocês nem sabem como essas aeronaves se comprotam realmente em combate. Fora isso o Rafale nem provou ser melhor que um SH ou F-16 bloco 60.

      • JPC, desde quando podemos afirmar que o sr. sabe do que está falando ??

        E o que a Mãe Rússia tem a ver com a História ??

        PREOCUPEM-SE, EM EXPLICAR PQ O CANADÁ ESTÁ PENSANDO EM OUTROS AVIÕES QUE NÃO SEJAM O F-35, E NÃO EM ATACAR A RÚSSIA, QUE NÃO TEM NADA A VER COM A REPORTAGEM EM QUESTÃO.

        O F 35 não era perfeito ? Divino ? Avião universal ? Omnirole absoluto, capaz de substituir desde os E 3 Sentry até os A 10 ????Não era o supra-sumo da perfeição do dominio incontestavel e absoluto dos queridinhos e perfeitos norte americanos ??

        Cade os 2000 F 35 prometidos na década de 90 ? Cade a aposentadoria dos F 16, F 15, F 18 ?????

      • Olha se é o melhor não sei (mas eu também acho que sim, até do mundo, mas eu não sei…), o que sei é que esse caça é sempre muito elogiado por onde passa e na Líbia se mostrou o caça mais atuante e elogiado, na Suíça foi considerado superior ao Gripen C, F-18C(algo que o Gripen C não conseguiu) e ao EF-2000 e na Índia superou EF-2000, Mig-35, Gripen NG (ou F ou outra nome qualquer), F-16E e o bom e velho F/A-18E.
        Mas esses FATOS não devem ter nenhuma importância para os fanáticos, o que é uma pena.

        • KKK Muito bem observado, Carl

          Eles vão dizer que uma conspiração comunista tomou conta da Índia…

  7. Os americanos tem que dar de graça esse F35 aos vizinhos… inclusive com vetores tampão tipo SH ou os F16 fabricados na planta de Nevada… o deserto….
    Pois se o Canada desistir, os cancelamentos virão em um efeito dominó….

    • Caro Edson,

      Opa, de graça tamos ae hem. 🙂

      Manda 150 para a FAB!

      []'s

  8. Relojoeiro,Wagner,Messia e francisco AMX, essa turma de fanboys é assim mesmo, tem carteira assinada com alguém , hoje todos sabemos da força da internet, e algumas figurinhas carimbadas estão sempre de prontidão, Falou Rafale , não presta, como se a França não pertencesse a OTAN ou não tivesse laços com o Canadá e mesmo os EUA, que é dificil devido a doutrina é, mas não impossível, o rafale é mais capaz que o SH e plenamente capaz de se "comunicar" com equipamentos padrão OTAN, resta ver o custo, que eu digo serão muito menores que o F35, quem conheçe a L Martin e a estória do F22 sabe de quanto foi o preço estipulado no começo e quanto se pagou no final. No mais é a mesma coisa, comentários infantis e já cansativos como Brasil "putênfia", "petralha", "cumpunheiro" , SU 30 e 35 não presta, caça chinês solta "plecinha", "PIBinho"e outras bobagens com intuito politico partidário. Na realidade o sonho de consumo de alguns deles é PSDB no poder e Brasil de quatro para "usamericanu".

    • Você também é figurinha carimbada nos blogs da vida meu caro MAV…e pelo visto hoje você ouviu Pablo Milanés no último volume…e quanto às,vai lá,chances do Rafale emplacar no Canadá,se você tivesse um noção mínima de geopolitica não diria as coisas que disse,mas eu sempre esqueço que geopolitica não é o forte de vocês (vide o desastroso acordo nuclear de Teerã)

      • Vc sabe mais de esquerda que eu Tireless, quem é esse Pablo Milanés?rsrsrsr, agora geopolítica eu entendo e não disse em nenhum comentário que daria Rafale, disse que não é impossivel e que o canada tem boas relações com a França, metade do canada é francesa, ou não?

    • Isso mesmo camarada alexandre, um excelente comentário.

      Essa turminha fanboy acha que ainda estamos na década de 90, onde só os USA tinham a supremacia absoluta em tudo.

      Se vc discorda de Washington, Londres ou Tel Aviv virou esquerdopata, pol potista, anti-vaderiano, comunista, petista…

      O Rafale é um excelente caça e só nao teve futuro melhor por causa de questoes meramente econômicas, a crise mundial está meio foda, e a Europa em decadencia…

      E não foi o PT ou os esquerdopatas quem provocaram a crise… esta aconteceu por culpa da porra do capitalismo especulador, em 2008, tão idolatrado pelos americanofilos como a maior maravilha do mundo…

      Maravilha que atirou o planeta inteiro numa crise devastadora…

      • "esta aconteceu por culpa da porra do capitalismo especulador, em 2008, tão idolatrado pelos americanofilos como a maior maravilha do mundo…"

        Esse que é problema de vocês, acham quem opiniões sobre tecnologia e aviação tem a ver com capitalismo. Assim não da para conversar, por isso sempre brigamos.

    • Bom comentário alexandre, e infelizmente é verdade. Não sei de onde essa turma tira tanto fanatismo. O que eu realmente lamento, pois o fanatismo é como uma doença ou uma droga que estraga a pessoa de dentro pra fora, mas tem cura basta a pessoa querer.

  9. Relojoeiro:

    Outro fato que não muda é que o Rafale custa quase o mesmo que um F-35 e, em virtude de sua baixa escala de produção,apenas as encomendas dos EUA serão suficientes para tornar o F-35 mais barato. E se o Rafale não experimenta tantos problemas como o F-35,é porque a rigor ele não inovs tanto assim….

    • Sem contar que o F-35 supera muito o rafale, em alcance, em eletrônica, em armas, em Stealth e no radar.

      São engraçados esses comentários que criticam o F-35, geralmente são feitos por cidadãos que nada entendem de aviação ou sobre sistemas de defesa aérea. Pq se entendessem, perceberiam que o Rafale pertence a uma geração ultrapassada e tem poucas chances contra inimigos bem preparados com equipamentos e aeronaves modernas.

      • Ah, claro, uma hora "ninguém" pode afirmar que o Rafale é superior (apesar de contar com menor RCS, maior manobrabilidade e excelentes resultados de disponibilidade e ter ganho a maior concorrência da história da aviação de combate, o MMRCA, onde disputou com o SH e o F-16, sendo considerado o melhor, pois foram ampla e exaustivamente testados todos os concorrentes, mesmo custando mais o Rafale superou os americanos), mas tu pode afirmar que o F-35 é isso e aquilo??? que contradição é esta?… se o Rafale pertence a uma geração "ultrapassada" (pérola do dia) o que sobra para os modernizados SH, F-16, F-15, SU-27, Mig-29??? este que são a espinha dorsal da aviação mundial??? diz aí? engraçado é teu comentário…. ah, diz aí quais seriam os inimigos que o Rafale tem poucas chances??? vai te afundando vai… rsrsrss

      • O F 35 NÃO PROVOU NADA ATÉ AGORA, exceto que é caro demais e muitos paises estão voltando atras na ideia absurda de adota-lo como substituto universal ate mesmo de suas amantes…

        O rafale ao menos ja teve seu batismo de fogo e ja participou com sucesso de varios exercicios.

        • Como é que el vai provar algo se nem operacional está?!!!!!!!!!!

      • O problema do F-35 é justamente esse: não propõe superioridade alguma!
        Não manobra melhor, não é mais veloz, não detecta mais longe, e possui um volume de carga interna insatisfatória, o que forçará o utilizador a usar cabides externos perdendo assim a sua vantagem, que a característica Stealth…
        E tudo isso por um valor astronômico…

        O Canadá é a primeira nação a ter coragem para dizer o que pensa, e se pular fora do barco irá se livrar de um mico.

        😉

        • Torcer contra não vai ajudar o Rafale ganhar o FX-2 ucraniano…rs!

        • Agora vc observou bem Ilya… o F35 é um projeto meia boca em tudo…

          Ainda mais a versão STOVL que carrega aquele motor vertical peso morto, que os russos da Yak conseguiram empurrar pra eles…

    • Tireless

      O Rafale nasceu apenas como um bom caça, e não como substituto universal das amantes dos pilotos do mundo…

    • Não força Tireless, o F-35 é bem mais caro que o Rafale…
      E mais caro de operar também.

      • Não tenha tanta certeza disso Ucraniano! O Rafale custa Flyaway 64 milhões de Euros (83.2 milhões de dólares). A variante A do F-35, no último LRIP, já está custando US$ 105 milhões ou seja, o preço está caindo com tendência de igualar ou mesmo ficar mais barato que o Rafale, que dificilmente terá a escala de produção compatível com a do vetor americano.

  10. Ficou ofendido pq falei do Rafale?

    Lamento mas o F-35 é uma geração acima do Rafale e várias vezes mais mortífero e várias vezes mais difícil de abater

    • Sua piramide voadora F 35 IGUALMENTE NÃO PROVOU ABSOLUTAMENTE NADA.

      Tudo é sua torcida e sua especulação.

      Considerando-se que vc não é Eng. Aeronautico, JPC, não creio que vc possa avaliar estes caças.

      • Não é torcida e especulação minha.

        São especulações da Força Aérea dos Estados Unidos, dos russsos que tentam desenvolver sistemas anti-stealth e dos chineses que fazem o que podem para copiar o design das aeronaves americanas.
        Não sou o único a avaliar esses caças.

    • nada, só não deixo passar estas trolagens, o F-35, não tenho dúvidas, será o F-16 dos anos 20… mas isso não coloca aeronaves de 4,5 geração como obsoletas…

  11. Amigos,

    Na maior parte dos cenários, o Rafale pode dar conta… Não é essa a questão… O único empecilho para o Rafale é o seu preço e custo operacional… Contudo, mesmo essa questão pode ser apaziguada… Assim como o F-35 terá seus custos substâncialmente reduzidos com o aumento expressivo de escala propiciada pelas suas mais de 2000 encomendas, é lógico prever que o Rafale também terá seus custos operacionais e preço reduzidos com a entrada em serviço dos exemplares indianos… Resta saber, claro, o quanto esse custo será reduzido… Se por um lado o F-35A pode chegar a um valor próximo dos 70 milhões por exemplar, há de se prever que o Rafale C, em seus cerca de 95 milhões de dólares, também tenha uma redução substâncial de preço quando as encomendas indianas saírem. Se continuará acima dos 80 milhões ou não, já é outra história…

    Agora, com relação ao custo operacional, há de se pensar… O valor projetado para o F-35A ao longo de sua operacionalidade para a Austrália, por exemplo, é de cerca de 21000 dólares por hora voada, e eu considero improvavel que seja mais barato que isso para um operador fora dos EUA, se formos verificar outros custos como transportes, serviços de manutenção, etc… O Rafale, por outro lado, chega aos 16500 dólares nos dias de hoje para os franceses… Logo, é lógico supor que num primeiro momento, o Rafale seja operado fora da França a um custo um pouco maior, mas com o aumento das entregas, e o consequente aumento da demanda por peças e serviços, a tendência é o custo operacional por exemplar reduzir-se.
    http://www.cavok.com.br/blog/?p=52186

    Por fim, vale sempre lembrar que o preço final é determinado por diversos fatores, todos inclusos no pacote específico para um cliente, e que vão desde a configuração do caça até as contrapartidas comerciais… E custos operacionais não são fixos. Podem variar também por conta de fatores diversos, tais como custo de transporte, valor das peças no mercado, etc…

  12. As viuvas masoquistas teimam em nao querer ver fatos concretos,o Canada possui autonomia para escolher o melhor para a naçao,so nao faz sentido preterir o SUPREMO E ENVEJADO f35 por um caça gaules ,mesmo que o f35 custe o dobro de um rafaleco, o f35 justifica seu maior valor em funçao da sua SUPERIORIDADE ,sao necessarios 3 rafalecos para equiparar a 1 f35 em capacidade letal,no fundo o canada tenta uma reduçao de preço,se colar colou !

  13. Penso que o Rafale é um ótimo caça, mas… é muito difícil que venda para o Canadá não pelo seu valor que não é tão grande assim, principalmente quando se coloca na balança seu custo-beneficio, também não porque o Canadá faz fronteira com os EUA, pois os mexicanos baba-ovos americanos compraram o (o muito odiado) EC-725 francês e não acabou o mundo, seja como for é difícil o Rafale levar essa porque simplesmente é um mercado tradicionalmente note-americano e nem que os EUA vendam alguns aviões (SH, F-16, F-15 ou mesmo o F-35) a preços ridiculamente baratos eles largaram o osso.
    Claro que pode dar zebra e o Rafale se vendido, mas essa possibilidade é bem pequena, então os "fãs boys" podem relaxar.

  14. Em qualquer fonte, ao alcance de nós entusiastas, que se consulte, só falam bem do rafale no contexto atual, é uma aeronave que tem bom folego para aperfeiçoamentos, vai longe, porem os EUA vão fazer alguma proposta de compensação, pelo atraso e altos custos do f35, ao canada e este vai segurar a onda até a chegado do 5G.

  15. O Canada pode perfeitamente optar pelo rafale ou até mesmo comprar o SH, não serão os F35 que farão do canada um ator principal no teatro atual, no máximo ator coadjuvante, ator principal somente EUA, Russia e China, o resto , Canada, França, Alemanha, Japão corre logo pra pedir ajuda dos ianques numa possivel III guerra. Portanto, pra que gastar tanto se só vão enfrentar caças de origem russa ou chinesa e que vcs vivem dizendo que não prestam, se é assim vai de F5 modernizado mesmo. kkkkkkkkkk

  16. Alexandre:

    É absolutamente improvável que o Canadá compre o Rafale. É mais uma das barrigadas da Dassault semelhante aquela do suposto interesse da Royal Navy pelo Rafale. Se não comprarem o F-35 os canadenses vão de Super Hornet,que cumpre os requisitos e custa o preço de um aparelho de 4.5 geração e não o de um de 5 geração,como é o caso do Rafale.

  17. Também acho HMS, é o que estou dizendo logo acima do seu comentário, lógico que pela logistica já estabelecidada o SH é o eleito, acredito que o Rafale é só para pressionar e barganhar, no entanto acho que o Rafale é um excelente vetor, e o Canadá tem boas relações com a França, de repente…

  18. Pensando bem, do jeito que o Canadá é um pais pacato, eles podem comprar qq coisa que não fará a menor diferença… é capaz de receberem os aviões, coloca-los no hangar e nem abrirem a embalagem…

Comments are closed.