Moffett Field Naval Air Station
Aeródromo Federal de Moffett / Moffett Field Naval Air Station

A Planetary Ventures LLC, uma empresa do Google, assumiu o controle de um campo de pouso da NASA, no Vale do Silício,o Aeródromo Federal Moffett, incluindo o icônico Hangar One, antiga casa de alguns dos maiores dirigíveis dos EUA. O contrato de arrendamento, que cobre o período de 60 anos, custará à gigante das buscas US$ 1,16 bilhão.

 

19fdasw34iu0tjpg

A estrutura enorme foi construída em 1932 pelo Doutor Karl Arnstein da Goodyear Zeppelin Corporation em Akron, no estado de Ohio, para guardar o USS Macon, da Marinha dos EUA.

h85748

Com um terreno tão grande que pode acomodar oito campos de futebol, o Hangar One é uma das maiores estruturas autônomas do mundo. É tão grande que às vezes um nevoeiro se forma ao redor do seu teto.

g441983
USS Macon (ZRS-5)

Em 1935, o USS Macon foi danificado em uma tempestade e caiu no litoral da Califórnia. Com o acidente, os EUA mudaram seu foco para aviões, e o exército assumiu o controle do Aeródromo Moffett, transformando-o em um centro de treinamento na Costa Oeste para a Air Corps, antecessora da USAF. Nas décadas seguintes, a base se tornou integrada em todos os conflitos, da Segunda Guerra Mundial à Guerra Fria. Foi também lar de alguns dos primeiros jatos supersônicos, mas o barulho incomodou alguns residentes do Vale do Silício e os aviões se mudaram para o Vale San Joaquin em 1961.

A NASA assumiu o controle de Moffett e do Hangar One em 1994. Fazia sentido na época, já que ela operava o Centro de Pesquisa Ames havia cinco décadas, mas ele acabou gerando mais problemas do que qualquer outra coisa. A agência descobriu no final da década de 1990 que a tinta do edifício havia decomposto e transformado a areia contida nela em partículas perigosas de bifenilos policlorados.

Aeródromo-Federal-de-Moffett

O completo então foi desativado, e a Marinha foi chamada para limpar a bagunça. Em 2008, decidiu-se remover todas as estruturas laterais e interiores, deixando apenas o esqueleto do Hangar.

19fdaqdbqrf6ujpg

Executivos do Google ofereceram o pagamento de US$ 33 milhões para restaurar o hangar em 2012, e a NASA aceitou. Agora, eles arrendaram o aeródromo por um período de 60 anos.

O Google ainda não se manifestou oficialmente quanto aos projetos que pretende realizar no local.

 

FONTE/IMAGENS: NASA, US Navy – TRADUÇÃO e EDIÇÃO: Cavok

 

 

 

Anúncios

20 COMENTÁRIOS

  1. queria saber que projetos mirabolantes voltados a exploração espacial podem estar sendo desenvolvidos pela Google X

  2. Eu diria uma empresa da envergadura do Google atingiu o limite de exploração da tecnologia da informação considerando a tecnologia de hardware hoje disponível. Pode soar estranho, uma empresa de TI investir num ramo bem diferente, mas acredito que a área espacial seja a grande fronteira tecnológica a ser explorada neste século. O desafio está apenas começando.

  3. Woww!!! Será que eles não tem interesse também num Campo de Pouso em Marte?

    Vendo baratinho e divido em muitas parcelas.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. me parece que a google quer criar uma rede de internete banda larga gratuita a nivel mundial, isso daria a ela o monopolio das telecomunicações

Comments are closed.