O XQ-58A Valkyrie sendo acompanhado em voo por um T-38 Talon durante um voo de testes.

O Laboratório de Pesquisa da Força Aérea dos EUA (AFRL), juntamente com a parceira Kratos Defense & Security Solutions, concluiu o bem-sucedido quarto teste de voo do demonstrador do veículo aéreo não tripulado de baixo custo XQ-58A Valkyrie, no dia 23 de janeiro de 2020, no Yuma Proving Ground, Arizona.

Durante o evento de teste, o voo do demonstrador Valkyrie cumpriu com sucesso todos os objetivos do teste e o envelope foi expandido além dos testes anteriores antes de pousar com segurança no solo do Arizona. De acordo com o gerente do programa XQ-58A no AFRL, Michael Wipperman, voar a grandes altitudes permitiu que os pesquisadores coletassem dados em um ambiente operacional mais representativo das condições de vôo no mundo real.

“Voar a esta altitude nos ajudou a reunir dados importantes, como a resposta do veículo à temperatura e vibração, o que nos preparará à medida que avançarmos para o próximo teste de vôo”, disse Wipperman.

Este evento de teste representa um retorno ao voo do XQ-58A, que sofreu um acidente ao pousar após um voo bem-sucedido de 90 minutos em outubro de 2019. Após uma investigação do Conselho de Investigação de Segurança sobre o acidente, Wipperman diz que as informações resultantes foram transmitidas à autoridade de convocação, e as recomendações foram tomadas e aprovadas para garantir o sucesso deste último teste.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado deste quarto teste de vôo”, disse Wipperman. “Conseguimos mostrar recuperação para um vôo bem-sucedido em altitudes ainda mais altas. Dado que superamos esses desafios, temos confiança de que a aeronave pode continuar sua progressão para voar em condições mais representativas.”

Desenvolvido como parte do portfólio Low Cost Attritable Aircraft Technology do AFRL, o XQ-58A foi projetado para ser um veículo aéreo não tripulado reutilizável e independente de pista, capaz de uma ampla gama de missões operacionais. O XQ-58A foi desenvolvido por meio de compras de baixo custo e foi projetado para ser significativamente mais barato de operar do que os veículos pilotados ou não pilotados tradicionais, enquanto capaz de realizar as mesmas missões críticas.

Levando apenas 2,5 anos desde a assinatura do contrato até o primeiro voo, é o primeiro exemplo de uma classe de veículos aéreos não tripulados, desenvolvida através desse processo de economia de tempo, que busca romper a trajetória crescente de custos de aeronaves taticamente relevantes.

Um total de cinco voos estão planejados para o XQ-58A, com objetivos que incluem avaliar a funcionalidade do sistema, desempenho aerodinâmico e sistemas de lançamento e recuperação. O quinto voo, programado para o final deste ano, será uma demonstração de capacidade, demonstrando a capacidade do veículo de atender às necessidades operacionais.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Forças Aéreas competentes e comprometidas com reais capacidades de combate buscarão cada vez mais o emprego deste tipo de tecnologia. Empenhas os recursos, sempre escassos, em pouquíssimos projetos que comprometem os orçamentos por décadas e geram baixo impacto quantitativo e relativo impacto qualitativo não será o caminho do futuro.

Comments are closed.