Boeing CH-47F Chinook do U.S. Army (Foto: Jim Garbee)

O Departamento de Estado dos EUA aprovou as possíveis vendas de helicópteros CH-47F para a Arábia Saudita e AH-64E para os Emirados Árabes Unidos.

Foi aprovada venda de 48 helicópteros de transporte militar CH-47F Chinook para a Arábia Saudita no valor estimado de US$ 3,51 bilhões, incluindo também 16 motores T55-GA-714A de reposição e 48 metralhadoras de 7.62mm.

O Boeing AH-64E Apache Guardian vai reforçar a defesa dos Emirados Árabes Unidos se a venda for finalizada.

Além da aprovação de venda para a Arábia Saudita, foi aprovada também a venda de 37 helicópteros de ataque AH-64E Apache Guardian para os Emirados Árabes Unidos (EAU), sendo desses 28 unidades remanufaturadas, e nove unidades novas equipadas com o motor GE-701D, com um valor estimado de US$ 3,5 bilhões, incluindo motores e peças e reposição.

Se os acordos forem finalizados, as linhas de montagem do Apache e Chinook vão poder ser continuadas além do que a Boeing havia planejado.


Fonte: DSCA

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Uma lástima esta venda não ter sido feita para nós. Eles proveriam um excelente poder bélico!!!

      • Verdade… Imagina, Chinook's nas cores das nossas Forças.. seria muito legal. Fora a que elevaria o nível de transporta à outro patamar.

  2. Pessoal não lamentem… já falei e não canso de afirmar.. o comando da FAB, EB e MB tem os esquipamentos que eles merecem. Não é possível que ninguém das 3 forças previu que o orçamento ficaria todo comprometido com aposentadorias, pensões e folha de pagamento.

    Eles sabiam e nada fizeram, preferiram não mexer em nada e aguardaram que a verba destinada as forças aumentasse, de fato até aumentou, nas vacas gordas, e retraiu em vacas magras.

    Se isso não é falha de gestão eu não sei como devo chamar.

  3. Eu acredito que para as grandes distâncias da Amazonia e com as pistas precárias e sem manutenção, o V22 Osprey tambem seria uma boa opção.

Comments are closed.