diplomacia

Diplomacia

Substantivo feminino

  1. 1.

ciência, arte e prática das relações internacionais entre Estados.

  1. 2.

condução dos negócios estrangeiros de uma nação.


IMAGEM: Hornets e Prowlers sobrevoam o porta-aviões Coral Sea (CV 43) ao largo da costa da Flórida em 1987. (Créditos: National Naval Aviation Museum)

 

 

Anúncios

10 COMENTÁRIOS

      • O legal foi gente caindo nessa, comentando favoravelmente.
        Está claríssimo que é um 1º de abril.
        Rs.

        • De ficar na dúvida se alguns entraram no clima ou realmente acreditaram, mas em se tratando de FB…tudo é possível!

  1. No início desta década, a US Navy ofereceu um pacote de transferência de navios à Marinha do Brasil, pela bagatela de US$ 150 milhões.

    O “pacote” consistia de 2 destróieres da classe “Spruance”, 4 fragatas OHP, um navio-tanque “Cimarron”, mais um LST da classe “Newport” e dois LPDs. Também nos foi oferecido o navio-aeródromo USS Independence, da classe “Forrestal” (uma classe anterior ao da foto que é da classe Midway), por US$ 80 milhões, antes da oferta do PA Foch feita pela França.

    Alega-se que o negócio acabou não se concretizando por falta de recursos disponíveis.

    CM

    • CMoreno1972,

      Creio que mesmo que viesse, o classe Forrestal jamais poderia ser operado a contento… E a razão é que a MB jamais foi dimensionada pra operar um monstro daqueles…

      Já os 'Spruance' e as 'OPH', além do 'Cimarron', esses teriam muito bom uso…

      • Nossa um Nae da Classe Forrestal seria algo inusitado.
        Pois nele caberia toda a aviação de caça de primeira linha do pais e ainda sobraria espaço…

  2. RR,

    Penso que a MB se o tivera adotado se fechado aliança irrestrita com os EUA na época, teria talvez na ala embarcada os mesmos A-4 de hoje e talvez uns F/A18 Legacy. Ainda que sub utilizado, estaríamos em melhor condição que com o A-12 parado como esta.

    Há quem diga que o custo operacional e manutenção quebraria a MB, mas me pergunto será mesmo? Vejam os senhores que nosso almirantado está fazendo de tudo para manter o A-12, não creio que fariam menos pelo Forrestal.

    CM

    • Acho fundamental manter um Nae mesmo que docado para fins de manter o know how da operação de um navio desse tipo.
      Na verdade não é falta de dinheiro e sim de compromisso com politica de estado no ambito da defesa…

Comments are closed.