A Sierra Nevada Corporation iniciará a produção da Dream Chaser após ok da NASA.

A sonda Dream Chaser da Sierra Nevada Corporation (SNC) teve aprovado uma importante etapa para o contrato de Serviços de Reabastecimento Comercial 2 (CRS-2) da NASA, validando o desempenho do projeto e abrindo caminho para a produção completa da espaçonave. A etapa marca a conclusão da Revisão de Integração 4 (IR4), demonstrando a confiança da NASA na segurança e maturidade do design do Dream Chaser.

“O reconhecimento da NASA de que a SNC completou este marco crítico e sua aprovação da plena produção da primeira sonda Dream Chaser é uma indicação importante de que estamos no caminho certo para aumentar o retorno da ciência vital para a indústria”, disse John Curry, diretor de programa da CRS-2 na área de negócios de Sistemas Espaciais da SNC.

Muitas partes críticas do veículo orbital já estão completas, construídas e sendo testadas, incluindo os principais componentes estruturais, sistemas de proteção térmica e hardware de aviônicos. Com o sucesso do IR4, esses componentes estão agora sendo integrados à montagem de veículos orbitais nas instalações de Space Systems da SNC em Louisville, Colorado.

Especialistas no assunto da NASA e da SNC revisaram completamente o projeto da nave espacial Dream Chaser e seu desempenho integrado com elementos de lançamento, solo e voo. Com base nas capacidades do sistema, na maturidade do design e nos extensos produtos de dados apresentados, a SNC e a NASA concluíram em conjunto que o programa Dream Chaser estava pronto para passar para a fabricação e testes em larga escala de naves espaciais.

A sonda Dream Chaser da SNC está programada para atender a Estação Espacial Internacional já no final de 2020. A produção inclui tanto o veículo de voo Dream Chaser sem tripulação quanto o módulo de carga, que permanece ligado ao veículo alado durante as operações orbitais.

“Estamos um passo mais perto do primeiro voo orbital da sonda Dream Chaser. Esta análise abrangente autorizou a mudança do programa Dream Chaser para a fase de produção para que possamos levar o Dream Chaser ao mercado como uma nave espacial importante para reabastecer a estação espacial o mais rápido possível” disse Fatih Ozmen, co-proprietário e CEO da SNC. “O IR4 passou por uma série de revisões, documentação e resultados de dados que são a culminação de muitos anos de trabalho de design, análise e testes de desenvolvimento.”

O Dream Chaser realizará pelo menos seis missões para fornecer serviços de reabastecimento, entrega e devolução de cargas para a Estação Espacial Internacional sob o contrato CRS-2 da NASA. A espaçonave entrega até 5.500 kg (~ 12.100 lbs) de carga pressurizada e não pressurizada e retorna mais de 1.850 kg (~ 4.000 lbs) de carga com pouso suave na pista. A espaçonave também fornece aproximadamente 3.400 kg (~ 7.400 lbs) de capacidade de descarte em cada missão através do módulo de carga, que é queimado na atmosfera após a separação do veículo de voo Dream Chaser.

A Dream Chaser será usada para abastecer a Estação Espacial Internacional.

De propriedade e operada pela SNC, a sonda Dream Chaser é um veículo utilitário espacial reutilizável e de múltiplas missões. É capaz de transportar serviços de e para a órbita baixa da Terra, onde reside a Estação Espacial Internacional, e é o único veículo comercial capaz de aterrissar em uma pista de pouso normal. O Dream Chaser Cargo System foi selecionado pela NASA para fornecer serviços de entrega e descarte de cargas para a estação espacial sob o contrato CRS-2 (Commercial Resupply Services 2). Todas as missões de carga do Dream Chaser CRS-2 estão planejadas para aterrissar na instalação Shuttle Landing do Kennedy Space Center.

1 COMENTÁRIO

  1. Tem datas divergentes mas dizem que a ISS vai operar até 2024 com dinheiro do contribuinte e depois será cedida para empresas privadas e estenderia sua vida até 2028.
    Na pior das hipóteses se não achar ninguém para bancar uns Bi anulais, essas naves/cápsulas vão operar por 4 anos.