A unidade de Eletrônica e Defesa da Safran está testando o drone Patroller que está desenvolvendo para o exército francês. Já voou mais de 220 surtidas, e o primeiro sistema completo, composto por cinco drones, será entregue à DGA até o final do ano. (Foto DGA)

O drone tático Patroller, desenvolvido e produzido na França pela Safran Electronics & Defense, iniciou a fase final da qualificação industrial no centro de testes de voo Istres, no sul da França.

O Patroller já fez mais de 220 voos, demonstrando claramente que atende a todos os critérios atribuídos: decolagem e pouso automatizados, execução de missões, operação simultânea de seus sensores em tempo real, capacidade de cargas eletro-ópticas e de radar, baixo nível de ruído, resistência, facilidade de uso e disponibilidade.

Durante esses voos de qualificação, bem como em testes anteriores, o drone tático Patroller provou sua capacidade de enfrentar os desafios das missões atuais, garantindo a superioridade tecnológica do Exército francês nos teatros de operação, garantindo baixos custos operacionais.

A estrutura da aeronave possui um design modular, permitindo que ela carregue uma carga de inteligência com vários sensores de até 250 kg (eletro-óptica, radar, guerra eletrônica), adaptada para cada tipo de missão. O Patroller pode realizar missões não apenas para exércitos, mas também para forças aéreas, marinhas e forças de segurança interna.

O Patroller participará em breve das operações de vigilância marítima como parte do programa de Ação Preparatória da Pesquisa da Comissão Européia (PADR).

A estação terrestre do Patroller lida com múltiplas funções: planejamento e gerenciamento de missões, reconhecimento, determinação de localização, rastreamento automático de alvos, fusão e distribuição de dados de inteligência em tempo real e simulação on-board para exercícios de treinamento, tudo em conformidade com os mais recentes padrões da OTAN.

O drone tático da Patroller é um dos primeiros sistemas desse tipo a ser oficialmente certificado de acordo com o padrão da OTAN para essa classe de drones, o STANAG 4671.

Refletindo a experiência da Safran Electronics & Defense nas principais funções de “observar, decidir, orientar”, o Patroller é amplamente produzido na França e também representa um estimulante desafio industrial. As plantas da Safran Electronics & Defense em Montluçon, Dijon, Fougères, Eragny e Poitiers estão totalmente mobilizadas para enfrentar o desafio do programa Patroller, aproveitando sua excelência operacional para entregar este sistema a tempo.

O primeiro sistema Patroller do programa de drone tático do exército francês (SDT), que consiste de cinco drones e duas estações terrestres, será entregue à Agência Francesa de Defesa (DGA) no final de 2019.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.