Aeronave de ataque B-250 Bader.

No quarto dia do Dubai Airshow, o Ministério da Defesa dos Emirados Árabes Unidos anunciou um pedido de 24 aeronaves B-250 da Calidus Aircraft.

No dia 20 de novembro, o Ministério da Defesa dos Emirados Árabes Unidos formalizou um contrato com a empresa com sede nos Emirados Árabes Unidos. A Calidus fornecerá 24 aeronaves de ataque leve B-250, também conhecidas como Bader.

Este contrato, avaliado em US$ 618 milhões também inclui peças de reposição e suporte. Após a entrada em serviço, as aeronaves serão avaliadas pela Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos, o que pode resultar em um pedido adicional.

Descrito pelo Ministério da Defesa dos Emirados Árabes Unidos como uma aeronave multifuncional, o B-250 pode realizar missões de apoio aéreo aproximado, bem como operações de inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR) e contra-insurgência. A aeronave também pode ser usada para treinamento de pilotos.

O armamento que será transportado pela aeronave não foi especificado pelo Ministério das Forças Armadas.

A Calidus é uma empresa de desenvolvimento e fabricação de tecnologia de defesa, com sede em Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos). Foi fundada em 2015 e é parte integrante da estrutura de defesa dos Emirados Árabes Unidos. O B-250 foi desenvolvido em conjunto com a empresa brasileira Novaer. Seu primeiro protótipo foi desenvolvido em um período recorde de 25 meses, completando seu voo inaugural em julho de 2017.

O designer-chefe do projeto foi Joseph Kovács, que também era membro da equipe de projeto da aeronave de ataque leve Embraer Tucano. A Calidus planeja construir uma fábrica na cidade de Al Ain para facilitar a produção em larga escala do B-250.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS