Os Emirados Árabes Unidos negociam um novo lote de helicópteros Apache.

A Força Aérea dos Emirados Árabes deverá receber um novo lote de helicópteros AH-64E Apache da Boeing, conforme uma fonte ligada a indústria militar.

O funcionário confirmou que as “negociações estão em curso entre as duas partes”, acrescentando que os helicópteros deverão ser entregues aos Emirados Árabes Unidos incluirão um novo lote do mais recente modelo do helicóptero, o AH-64E Apache. As aeronaves atualmente em serviço estarão sujeitas a um programa de atualização abrangente, no qual a Boeing fornecerá o reparo geral do sistema, acrescentou o funcionário.

Por sua parte, Tommy Dunehew, vice-presidente de defesa global de vendas da Boeing, disse que “o Apache é bem considerado na região, pois é considerado uma plataforma confiável e utilizado na sua capacidade máxima”. Ele enfatizou a capacidade do Apache de transportar “vários sistemas embarcados, como o míssil Hellfire”.

A Boeing apresenta uma ampla gama de produtos no Dubai Airshow deste ano, incluindo os helicópteros AH-64D Apache e o Chinook dos Emirados Árabes Unidos.

Uma fonte militar dos Emirados Árabes Unidos também observou as “negociações atuais entre os dois países na última versão do helicóptero de ataque”. Ele revelou que a Força Aérea dos Emirados operam atualmente cerca de 25 a 30 aeronaves do Apache, enfatizando sua “eficácia no campo de batalha contra todos os tipos de alvos”.

A difícil operação no deserto está fazendo com que os Emirados tomem esta decisão pelo modelo AH-64E.

“Infelizmente, o Apache enfrenta um grande problema em termos de potência do motor, que precisa ser atualizado para atender a todos os tipos de operações”, acrescentou a fonte militar. No entanto, elogiou as capacidades do Apache “durante missões noturnas onde o inimigo não consegue monitorá-lo durante as horas da noite”.

O helicóptero AH-64 Apache está equipado com dois motores T-700-GE-701C/D e tem um peso máximo de 8.890 quilogramas, enquanto sua velocidade máxima é de 190 nós e seu alcance de combustível é de duas horas e meia.


Fonte: DefenseNews

4 COMENTÁRIOS

  1. Era o héli de ataque para a FAB e EB, deveria ter sido pensado desde o início. Não questiono a qualidade do AH-2 Sabre, porém foram empurrados, e virou um projeto que não andará mais do que já andou, com 12 unidades apenas. Na verdade, no âmbito de armamentos, sempre defendi uma aproximação forte com os EUA. Hoje estaríamos muito melhores. No caso dos Apache, teríamos com certeza uma força de ataque de asas rotativas consideráveis.

  2. Toda criança sonha em ser aquilo que ela admira , as meninas sonham em ser princesas , medicas , os meninos sonham em ser pilotos de avioes ou de F-1 , ja aquilo que os russos ,franceses e chineses chamam de helicopteros de ataques , sonham em ser um AH-64 ,kkkk, imaginem os trastes russos sonhando sssssssssss, eu sou um Apache , kkkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA