Dois A-29 Super Tucanos voa sobre o Afeganistão em 22 de março de 2017. (Foto: U.S. Air Force / Senior Airman Jordan Castelan)

A Embraer anunciou hoje pedido firme de 6 (seis) aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para um cliente não revelado.

As aeronaves poderão ser utilizadas para treinamento tático e avançado bem como em missões de ataque leve e ISR (inteligência, vigilância e reconhecimento). As entregas serão concluídas em 2018.

O A-29 Super Tucano é uma aeronave turboélice durável, versátil e potente capaz de executar uma ampla gama de missões, mesmo operando em pistas não preparadas.

Em mais de dez anos de operação, o Super Tucano já alcançou um excelente histórico de desempenho: mais de 320 mil horas de voo e mais de 40 mil horas de combate. Com mais de 150 configurações de armamentos certificadas, o avião está equipado com tecnologias avançadas em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos

Anúncios

40 COMENTÁRIOS

  1. Como assim entregar as seis aeronaves em 2018?? O Certo é segundo a Saab entregar em oito anos! Afinal compramos uma avião (que não existia!) em 2014 e só vamos receber dois (?!?!??!?) do total do lote comprado em 2022!!!! Exatos oito anos! Ou seja já chegarão totalmente desatualizados! Alguém avise aí a Embraer que eles estão fazendo algo de errado que não está certo!
    P.S. * Quem é que se importa se o Egito já recebeu onze RAFALES dos 24 que comprou em Fevereiro de 2015(dois anos e pouco depois da compra!),e provavelmente mais 3 caças até o final do ano?
    P.S.*(2) Quem se importa se o RAFALE já atuou com sucesso em cinco fronts diferentes de combate? Ou seja é uma aeronave, como foi o MIRAGE III, testada e aprovada em combate? E que ele pode ter uma versão naval??? Tô nem aí!

    • Compare a complexidade do Super Tucano com a do Gripen antes de escrever. Ademais o Rafale, embora estivesse no short list final, era apenas a escolha POLÍTICA-ETÍLICA do mandatário de plantão quando fez aquela lambança do dia 07/09/2009. Ademais compare os custos operacionais do Rafale e o fato dele usar quase que exclusivamente armas de origem francesa com os custos do Gripen e a quantidade de armas de diversas procedências já integradas ao caça sueco.

    • O Super Tucano está pronto há anos, o Gripen foi recauchutado, por isso a demora.

      Vai demorar uns anos para colocar a tela de 1 milhão de dólar nele! Ou era 1 bilhão ? Nem lembro!

      • Essa Tela realmente foi de lascar né…. pra mim isso tem nome: encobridor de pixuleco.

    • Uai, bicho!

      Mas a Força Aérea sabia desde o início que, se escolhesse o Gripen, teria de esperar. Se insistiram na compra do modelinho em questão, é por que existem vantagens (licitas, e por que não…ilicitas?). O Rafaleco é um bom avião, mas a FAB sabe que foge do orçamento, apesar da vantagem nas entregas.

    • Fala sério…
      .
      Rafale está com a linha aberta, caça pronto e etc. Comprou, dali 1,5 ou 2 anos, tá entregue. O mesmo vale para Super Hornet…
      Compramos estes caças? Não.
      .
      Gripen E/F, só deram luz verde para o projeto em 2015. Em 2017 voou o Gripen E com configuração Sueca. O caça com nossa configuração já está em produção e voará em 2019, sendo que será usado para certificações. Em 2021, vão ser 11 aqui. (os 3 de 2019 + 8 de 2020). Com estes, dão início ao IOC.

    • GAWAIM , entendo sua revolva , acrescento ao seu comentario o desempenho superior que o frances possui , mas me permita algumas perguntas ?
      Voce acredita que o Brasil teria $$ para manter 36 Rafale voando ? Voce comparou o custa da hora de voo do rafale com o gripen ?

      • Falou uma verdade… na pindaíba que estamos, iria difícil a FAB manter os 36 Voando, bem possível que a FAB iria ter que voar ainda menos do que voa hoje.

      • Mas tem para manter os jatinhos da FAB levando e trazendo políticos para casa…

      • Concordo, só um Fan Boy considera um Gripen melhor que o Rafale, a superioridade do caça francês é indiscutível. Porém não temos e nem teríamos condições de manter tal avião. E se bobear, a FAB ainda faria modificações questionáveis no pedido, caso comprasse o Rafale.

        • Tu prefere ter 72 Gripen E/F ou ter 36 Rafale?
          .
          PS: Custaria coisa parecida…

          • Minha preferência é irrelevante. Não acredito que iremos operar nem 72 Gripen's, aliás, não levo fé nem em 36 Gripen sejam mantidos operacionais. Desculpe se sou pessimista, mas não consigo antever nada melhor que isso em nossa realidade.

            • Se 36 Gripen a 5,4 bi tu acha difícil, então 36 Rafale por 9 bi não deve ser muito melhor…

            • 36 Gripens totalmente operacionais vai ser sonho, agora soma ai na conta, 30 KC-390. Alguma coisa na FAB vai ter que ser extinta kkk

              • Realmente, algo terá de ser extinto. E como o Bardini falou, o H225M vai pesar também. Mas não se preocupe, o GTE e os cabides de farda vão continuar numa boa.

          • Não adianta comprar um CRV, se não tem dinheiro pra gasolina da Brasília que está na garagem.

        • Mesmo o Gripen vai ter um custo de operação elevado , notem que os Sul Africanos optaram por armazenar algumas de suas aeronaves para tentar reduzir estes custos . Um Rafale aqui iria "virar rainha de hangar" , iria voar duas horas por ano no sete de setembro e olhe la .
          Quanto a cadencia das entregas importante ressaltar que no contrato também esta previsto o inicio dos pagamentos la para 2022 ou algo próximo a isso. Isto esta sendo bem útil uma vez que o pais ainda esta saindo da crise econômica recente, em uma eventual negociação com os franceses eles iriam entregar rapidamente as aeronaves mas teriamos que iniciar os pagamentos ainda nesta decada e ai meus amigos teriamos o cancelamento do Fx-2 e o inicio do FX3

          • Novamente concordo. Mas quanto a sair da crise, não sou tão esperançoso.
            Sem reformas duras e urgentes, o governo brasileiro vai ficar parecido com os governos estaduais do RJ e RS. Mesmo cortando gastos, não será suficiente, pois a maioria dos gastos são garantidos por lei, por isso a demanda de gastos, mesmo com a crise, tende só a aumentar. Ano que vem tem eleições, com o perfil de nossos eleitores, e sem a garantia de voto impresso, podemos ser vítimas de outro populista irresponsável.

            • Concordo.

              Sem um corte duro no Estado e de mordomias, nada feito.

              Até agora, só promessas.

  2. Será que são para os EUA?

    Eles não andavam atrás de testar o ST e Wolverine?

    Uma hora ou outra o sigilo dessa "delação premiada" cai!

  3. Quem queria comprar uma meia dúzia eram as Filipinas para repor os Bronco.

    • O "mito" local, como anda meio tretado com os EUA, optou por adquiri-los aqui. Mas como só está meio tretado e não completamente tretado os EUA não vão bloquear a venda

Comments are closed.