Jato E175 nas cores da KLM Cityhopper. (Foto: Embraer)
Jato E175 nas cores da KLM Cityhopper. (Foto: Embraer)

A Embraer anunciou hoje o pedido firme da KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM, para 15 jatos E175 e dois E190. O contrato também inclui opções para 17 E-Jets adicionais para a KLM Cityhopper ou para a HOP!, subsidiária regional da Air France. O pedido firme, que será incluído na carteira de pedidos do primeiro trimestre de 2015, tem valor estimado de USD 764 milhões, com base na atual lista de preços da Embraer. O contrato tem valor de USD 1,5 bilhão, caso todas as opções sejam exercidas.

Tanto o E190 quanto o E175 serão configurados em classe única. Eles vão se juntar aos 28 E190 que atualmente operam com a KLM Cityhopper, substituindo os 19 jatos Fokker F70 restantes, que a companhia aérea está retirando de operação.

“A decisão da KLM Cityhopper de adquirir mais E-Jets é um grande endosso e a confirmação de que o E-Jets são os aviões mais eficientes, confortáveis ??e de menor custo operacional no segmento de 80 a 110 passageiros”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial.

A entrega do primeiro E190 está programada para ocorrer até o final do ano. O primeiro E175 vai se juntar à frota da KLM Cityhopper no primeiro semestre de 2016. O grupo Air France/ KLM iniciou o processo de substituição das aeronaves Fokker 100 pelos E-Jets na Regional/Air France e na KLM Cityhopper em 2008, a fim de reforçar a rede existente e permitir o desenvolvimento de novas rotas. Quando a última aeronave deste pedido for entregue, o grupo Air France/KLM terá 71 E-Jets, a maior frota de E-Jets na Europa.

“A aquisição desses 17 jatos da Embraer e a opção para um pedido adicional de outros 17 no futuro representa um grande passo para a KLM em termos de renovação da frota. A KLM continua investindo na frota e no produto, a fim de oferecer aos passageiros o melhor, bem como reafirmar o compromisso da KLM e da KLM Cityhopper com nossos clientes”, disse Pieter Elbers, Presidente e CEO da KLM.

“Esta decisão estratégica está em linha com a política de inovação contínua da KLM Cityhopper. A nova frota contribuirá ainda mais para a otimização das operações, servindo os sete milhões de passageiros que voam anualmente com a KLM Cityhopper”, disse Boet Kreiken, Diretor da KLM Cityhopper. A KLM Cityhopper foi recentemente premiada pela revista Air Transport News como Companhia Aérea Regional do Ano de 2015.

O E175 apresenta uma nova ponta de asa (wingtip) que, juntamente com outros aprimoramentos técnicos, melhora o desempenho aerodinâmico. O consumo de combustível em um voo normal é 6,4% menor do que o do E175 original. A redução fez com que o custo operacional do E175 seja comparável ??ao de turboélices de grande capacidade e apresenta novas oportunidades para o E175.

Desde que colocou a família de E-Jets em operação, em 2004, a Embraer recebeu mais de 1.560 pedidos firmes. Os aviões estão voando com 65 companhias aéreas de 45 países e mais de 1.100 E-Jets já foram entregues. Essa versátil família de jatos de 70 a 130 assentos voa atualmente com empresas aéreas tradicionais, bem como de baixo custo e regionais.

A KLM Cityhopper opera cerca de 300 voos diários para a KLM. Esses voos servem cidades em toda a Europa, 54 das quais são essencialmente destinos de negócios. Todos os dias, cerca de 18 mil passageiros optam por voar com a KLM Cityhopper. A KLM Cityhopper foi recentemente classificado Companhia Aérea Regional do Ano de 2015 (Regional Airline of the Year 2015) por um painel internacional de juízes profissionais.

Anúncios

19 COMENTÁRIOS

  1. Parabens a embraer por mais essa venda. uma compania aérea tão grande como a KLM não podia ficar a merce dos velhos F70 para rotas regionais. uma vez peguei um voo num desses e me pareceram bem acabados.

  2. É até engraçado vc ver uma empresa como a Embraer dar certo num país com governos como os que aí estão e/ou estiveram. Por essa razão ainda acredito no Brasil. PÁTRIA. BRASIL.

  3. É até engraçado vc ver uma empresa como a Embraer dar certo num país com governos como os que aí estão e/ou estiveram. Por essa razão ainda acredito no Brasil. PÁTRIA. BRASIL.

    • Iniciativa privada meu caro…."PRIVADO" tudo que é privado aqui tem futuro……

      Se for estatal, esta acabado…vira cabide de emprego e sumidouro de dinheiro…como era a própria embraer antes de ter sido privatizada.

      • depende do profissionalismo, mesmo sendo privada se a empresa for mau administrada vai falir até mais rapido

  4. O que mais tranquiliza é que, com estas vendas, se o governo não pagar o KC-390 as chances da EMBRAER se tornar uma ENGESA serão bem menores.

      • O valor cai, mas a empresa não quebra, eu acho.
        Não dá para confiar no governo brasileiro.

        • Quebrar não quebra, mas absorver prejuízo não é fácil. A conta do (DES)Governo Federalestá ficando grande com atrasos de pagamentos referentes às modernizações do AMX, F-5, desenvolvimento do KC-390.

          Se a Embraer dependesse exclusivamente do GF estaria que nem a FAdeA hoje. 🙁

          []'s

    • o problema é que ela precisa repor o que gastou com o desenvolvimento

  5. Qualidade e tecnologia reconhecidos mundialmente. Que bom seria se tivéssemos outras 'Embraers', em diversos segmentos, projetando imagem positiva lá fora desta colônia de Vera Cruz.

    • Verdade, a Embraer destrói a nossa fama de "macaquitos".
      Já a Petrobras, demonstra para o mundo que nós somos corruptos e mentirosos.

      • “O petista chegou à margem de um rio, em SP, que estava na iminência de transbordar por causa de uma forte chuva, e perguntou para a um brasileiro que nadava perto da margem:
        – Brasileiro, você poderia me levar até o outro lado da margem? Preciso chegar em casa e o rio está subindo. Logo morrerei afogado se ficar parado aqui.
        – O brasileiro respondeu: petista, eu até poderia te levar nos meus ombros, mas como saberei que você não vai bater a minha carteira? Roubar o salva-vidas?
        – Respondeu o petista: Por que eu te roubaria? Se fizer isso nós dois morreremos afogados.
        – O brasileiro, ingênuo e de boa fé, acreditou no argumento do petista e concordou em lhe dar uma carona. O petista subiu nos ombros do brasileiro, que iniciou a travessia do rio. Quando estava perto de chegar à margem do outro lado do rio, próximo a uma elevação que salvaria os dois seres do transbordamento do rio, a o brasileiro sentiu seu salva-vidas ser arrancado e sua carteira retirada do bolso, e disse:
        – Petista, por que você fez isso? Agora nós vamos morrer.
        O petista sendo coberto pela água respondeu:
        – Desculpe brasileiro, não pude evitar, pois é a minha natureza…

        • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          lembrou a mim mesmo quando votei no lula em 2006, mas fazer oque tinha apenas 17 anos não sabia pensar a longo prazo

          • Eu também fiz essa M…
            E também votei no Olívio, e não satisfeito com M ainda trabalhei mais de dois anos na assessoria de imprensa deles defedendo o PT contra a Globo, a Veja e a RBS.

            Por experiênica própia, confio mais na mídia manipuladora, por mais falsa que ela seja.

Comments are closed.