1280px Republic Airlines E170 N822MD 700x467 - Embraer E170 perde potência nos dois motores durante o voo e faz pouso de emergência nos EUA
A Republic Airways opera uma frota de jatos regionais totalmente da Embraer. (Foto: Cliff via Wikimedia Commons)

Um Embraer E170 da Republic Airways, no dia 24 de outubro, teve uma rara pane em seus dois motores e conseguiu realizar um pouso em emergência de Nashville, após praticamente planar por mais de 100 quilômetros. Ninguém ficou ferido e o incidente está sendo investigado.

No momento do incidente a aeronave com o prefixo N632RW cumpria o voo UA3507 contratado da United Express, que havia decolado do aeroporto George Bush, em Houston às 10h06 (hora local) (GMT-5) e seguia para Pittsburgh, com 69 pessoas a bordo. Quando estava em altitude de cruzeiro à 29 mil pés, 56 minutos após a decolagem, os problemas começaram.

Quando voava a leste de Memphis, às 11h02 (hora local) (GMT-5), a tripulação declarou emergência ao controle de tráfego aéreo e solicitou o desvio de emergência para Nashville devido a problemas nos motores CF34 da General Electric, com um deles completamente desligado e o outro fornecendo potência mínima. Imediatamente, o controle de aproximação começou a preparar o pouso de emergência, parando todo o tráfego aéreo para manter apenas o avião com problemas de frequência.

Após trabalhar nas listas de verificação e executar os procedimentos de emergência estabelecidos nos manuais da Embraer, em descida, a tripulação começou a receber vetorização para Nashville, onde todas as pistas estavam disponíveis, já que toda a operação no terminal foi suspensa e todas as aeronaves nas taxyways foram devolvidas à ao terminal de passageiros e todo o tráfego visual (VFR) próximo ao aeródromo foi instruído a se afastar da área.

Ainda em descida, após praticamente planar por mais de 100 quilômetros, a equipe relatou que conseguiu recuperar a potência do motor direito (2), mas o motor esquerdo (1), no entanto, ainda estava desligado. O avião conseguiu se estabilizar a uma altitude de 8.000 pés e iniciou uma aproximação visual na pista 13 do Aeroporto Internacional de Nashville, com 3.362 metros de comprimento, onde aterrissou com segurança às 11h31 (hora local) (GMT-5). Após o pouso, ele deixou a pista ativa e parou em uma pista de táxi, onde os motores foram inspecionados por equipes de emergência, enviadas pelo controle de tráfego aéreo.

No entanto, as equipes de emergência não detectaram nenhum dano, sinal de incêndio ou fumaça nos dois motores. Após o incidente, o avião ainda permaneceu no solo. Toda a operação em Nashville foi subsequentemente retomada. Até o momento, a Federal Aviation Administration (FAA) e o National Transportation Safety Board (NTSB) não comentaram o incidente.

A aeronave em questão está voando com a Republic Airways desde 2016 e está em serviço desde 2004.

A Republic Airways emitiu uma nota sobre o incidente:

Nosso voo 3507, operando como United Express, sofreu um desligamento do motor durante o voo. De acordo com nossos procedimentos operacionais padrão nessas situações, o voo foi desviado para o aeroporto disponível mais próximo – Nashville – onde aterrissou sem incidentes maiores. Nossos passageiros foram transferidos para uma aeronave substituta para concluir suas viagens. Pedimos desculpas a todos os que se incomodaram com esse atraso.

Anúncios