Embraer E190
Embraer E190

A empresa brasileira Embraer poderá produzir as aeronaves de 120 lugares E-190 na China, numa iniciativa para estar preparada quando a economia tiver uma recuperação na região. A notícia foi duvulgada pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, e de acordo com a companhia existe a intenção de parar a produção do ERJ-145 na China.

Os termos do acordo com a AVIC (China Aviation Industry Corporation) estão em discussão. A empresa chinesa recentemente anunciou que pretende colocar no mercado uma aeronave regional de médio porte que iria competir diretamente com a aeronave da Embraer.

ERJ-145 em frente a fábrica da AVIC, na China
ERJ-145 em frente a fábrica da AVIC, na China

A operação poderá ser facilitada, já que a empresa brasileira já possui uma planta fabril na China, em parceria com a AVIC, na cidade de Harbin, onde o ERJ-145 é produzido. Mas essa aeronave menor começa a se mostrar menos interessante para as empresas aéreas dos países asiáticos, explica “O Estado de S. Paulo”.

Anúncios