Dois jatos Embraer 195 da companhia aérea Azul Linhas Aéreas Brasileiras.

A Embraer e a Azul Linhas Aéreas Brasileiras assinaram hoje um contrato para a venda de 11 jatos EMBRAER 195. O negócio aumenta o total de pedidos da companhia aérea para 52 E-Jets da Embraer. O valor total desta última aquisição, a preço de lista, é de USD 497,2 milhões. As entregas estão previstas para começarem em 2013.

Adicionalmente aos 23 aviões E195 que já estão em operação, com configuração de 118 assentos, a Azul também opera dez E190 com 106 assentos. Ambos os modelos são a base da frota da Azul, que iniciou operações em 2008 e em poucos anos alcançou a respeitável marca de 12 milhões de passageiros transportados. Com este novo pedido, a Azul se tornará o operador com a maior frota de E-Jets na América do Sul. Todos os aviões são equipados com sistema de entretenimento a bordo individual.

“Este novo pedido da Azul é mais um exemplo do sucesso do E195 no modelo de negócios de empresas de baixo custo”, disse Paulo César de Souza e Silva, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “Estou particularmente satisfeito por ter um cliente brasileiro demonstrando a versatilidade do E195 aqui em nosso país.”

David Neeleman, Presidente do Conselho de Administração da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, explicou a necessidade de aumentar o tamanho da frota da companhia: “Este pedido enfatiza nossa crença de que o E190 e o E195 são os aviões certos para a crescente frota da Azul no Brasil. Esta capacidade adicional suportará o crescimento lucrativo, bem como a nossa missão principal de oferecer transporte aéreo seguro, confortável e acessível à crescente malha aérea da empresa no país.”

O sucesso comprovado do E195 com empresas de baixo custo é atribuído a sua excepcional confiabilidade operacional e a alta utilização. Atualmente, cada E190 e E195 da frota da Azul voa uma média de 13 horas por dia, a mais alta entre os operadores de E-Jets. O E195 e o E190 também estão em serviço com outras empresas aéreas de baixo custo, incluindo a Flybe, do Reino Unido, a JetBlue, dos Estados Unidos, a nasair, da Arábia Saudita e a Virgin Australia.

Com quase três anos de operações, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras conecta 40 destinos – 39 cidades, com 300 vôos diários. Somando-se às oito linhas de ônibus, são 45 cidades brasileiras conectadas pela companhia. A Azul já ultrapassou a marca de mais 12 milhões de clientes transportados desde sua fundação.

Atualmente opera uma frota de 33 jatos EMBRAER 190 e EMBRAER 195. O papel da empresa é estimular o tráfego aéreo e dinamizar a economia brasileira por meio de uma equação tão simples de entender quanto difícil de imitar: preços baixos com alta qualidade de serviços.

O sucesso da companhia é atestado por diversos prêmios conquistados: “Melhor Empresa Aérea do Brasil”, pelas revistas Viagem e Turismo e Avião Revue; “Destaque do Ano de 2009”, do XII Prêmio Aero Magazine de Aviação; “One of the 30 World’s Hottest Brands”, pela Advertising Age de Nova York; e melhor companhia aérea de baixo custo da América Latina pela Skytrax World Airline Awards, premiação reconhecida como referencial de excelência no setor aéreo.

Anúncios

9 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a Azul e a seus diretores por optarem pelos jatos produzidos no Brasil..

  2. Quem diria, um estrangeiro montando a empresa mais brasileira de todas…

    Parabéns azul, pela opção!

  3. Olha ke o David e mais Brasileiro ke muito de nos, ele so e naturalizado nos Stades!

  4. Gostei muito de ter voado pela Azul. Aeronaves confortáveis, tripulação educada e atenciosa, preços mais justos… É para deixar a "velha" concorrência para trás!

Comments are closed.