De 36 aeronaves A380 pretendidas, 20 já tem um contrato assinado pela Emirates.

A Emirates e a Airbus haviam firmado anteriormente um Memorando de Entendimento (MoU) e neste final de semana assinaram um contrato de um pedido firme para 20 A380s adicionais, com mais 16 opções a serem confirmadas em uma data posterior. O acordo total para 36 aeronaves está avaliado em US$ 16 bilhões com base nos preços de lista mais recentes. As entregas devem começar já em 2020 e a linha de produção deverá permanecer aberta por pelo menos mais 10 anos.

O acordo foi assinado na Cúpula do Governo Mundial pelo Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e Chefe Executivo da Emirates Airline and Group; e Mikail Houari, presidente da Airbus para África e Oriente Médio. O Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, governante do Emirado de Dubai e Edouard Philippe, primeiro-ministro da França também estiveram presentes.

O Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e chefe executivo da Emirates Airline and Group, disse: “Este acordo ressalta nosso compromisso com o programa A380, proporcionando estabilidade à linha de produção A380 e apoiando milhares de empregos de alto valor em toda a cadeia de fornecimento de aviação. Para a Emirates, o A380 tem sido um avião de sucesso para nossos clientes, nossas operações e nossa marca. Estamos ansiosos para continuar trabalhando com a Airbus para aprimorar ainda mais a aeronave e o produto a bordo”.

“Agradecemos a Emirates, ao Sheikh Ahmed, Tim Clark e Adel Al-Redha por sua contínua confiança no A380, que transformou com sucesso as viagens aéreas no século XXI”, disse Fabrice Brégier, COO da Airbus Commercial Aircraft. “Este último acordo demonstra ainda a força da nossa valiosa parceria com a Emirates em apoio ao seu impressionante crescimento”.

O A380 é uma parte essencial da solução para o crescimento sustentável do tráfego aéreo, aliviando o congestionamento em aeroportos movimentados ao transportar mais passageiros com menos voos. A aeronave é a melhor maneira de capturar o crescente tráfego aéreo mundial, que duplica a cada 15 anos. O A380 pode acomodar aé 575 passageiros em 4 classes e oferece um alcance de 8.200 milhas náuticas (15.200 quilômetros).

Até agora, mais de 200 milhões de passageiros já gozaram do conforto único de voar a bordo de um A380. A cada dois minutos, um A380 decola ou pousa em alguns dos 240 aeroportos do mundo, pronto para receber este magnífico avião. Até à data, 222 aviões A380 foram entregues a 13 companhias aéreas.

A Emirates, sediada em Dubai, é a recordista, com 162 aeronaves em uso ou encomendadas.

2 COMENTÁRIOS

  1. A Airbus tem que agradecer e muito a Emirates pelas encomendas do A380 se não fossem eles dificilmente a fabricação desta aeronave estaria em um ritmo "saudável".

  2. E falaram tanto que os aviões com 4 motores estariam com os dias contados, esse povo fala muito. O fabuloso 747 Jumbo está sendo gradualmente retirado porque está defasado tecnologicamente, se bem que para o transporte de cargas é o mais requisitado, vai entender esse mercado.

Comments are closed.