Em recuperação judicial, Avianca operava 41 slots (horários de pousos e decolagens) em Congonhas. Azul, Passaredo, Two e Map apresentaram solicitação para ocupar as vagas. Imagem ilustrativa.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) recebeu pedidos de quatro empresas (Azul, Two, Passaredo e Map) para ocupar horários de pousos e decolagens (slots) que pertenciam à Avianca no aeroporto de Congonhas.

Com problemas financeiros, a Avianca entrou em recuperação judicial em dezembro de 2018. Em junho de 2019, a Anac suspendeu de forma cautelar (provisória) a concessão da empresa para explorar o transporte aéreo regular de passageiro e carga.

A Avianca usava 41 slots em Congonhas. Azul e Map pediram para ocupar os 41. A Passaredo pediu 30 e a Two pediu 14.

Segundo Anac, a distribuição dos horários disponíveis será feita no fim desta terça-feira (30).

Na semana passada, a Anac decidiu que não poderiam pleitear os horários da Avianca empresas que operassem mais de 54 slots em Congonhas. Isso deixou Latam e Gol de fora. A Latam tem atualmente 236 slots e a Gol 234.


FONTE: G1.com

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. MAP e Two obriamente estão de laranjas nesse certame…possivelmente até a Passaredo..o bom senso recomenda ceder os slots à Azul…

    • Como é que se entra de "laranja" em uma dis**** de slots, quem receber vai ter que usar com seus voos, não tem outra escolha.
      Maracutaia foi terem criado este critério para beneficiar a Azul.

  2. Saiu o resultado…15 para a Azul, 14 para a Passaredo, 12 para a MAP e 14 para a pista auxiliar da Two Flex…laranja para simplesmente impedir a utilização de quem efetivamente tem demanda pra isso, no caso a Azul, que deseja entrar na rota CGH-SDU…somente a Azul tem condições efetivas de dar bom uso a estes slots, a MAP opera somente na Amazônia, tem somente uns ATR´s, assim como a Passaredo…com as 41 posições para a Azul, a concorrência começaria imediatamente, agora vamos ver o que essas duas pretendem…Passaredo vai usar ATR pro interior de SP, a MAP sabe-se lá o que…já Gol e Latam, com quase noventa por cento do terminal pra elas, agradecem…

    • A MAP disse que vai operar linhas para o Norte.
      O curioso é que o CEO da MAP declarou que a empresa tinha a capacidade e aeronaves suficientes para absorver 5 slots, e levou 12. Eles têm 2 ATR-42 e 3 ATR-72.

      • Pode aparecer aí um code share malandro utilizando aeronave da Gol, vamos augardar…

  3. Parte da solução para tirar a pressão e urgência de horários no aeroporto de Congonhas é a construção de um TAV, Trem de Alta Velocidade, entre os aeroportos e cidades de Campinas-Guarulhos-SãoJosédosCampos. Desse modo, teremos aeroportos secundários mas ligados a São Paulo em menos de 00:35 minutos. Fato que já acontece nas principais cidades do mundo. A intermodalidade está por acontecer no Brasil, ainda não temos um metrô expresso para Guarulhos, que com a tecnologia de hoje, poderia completar a viagem em apenas 00:13 minutos. Não há também metrô em Congonhas e Marte. Mas parece que o projeto do TAV voltou à tona com o interesse de grupos industriais Chineses. Vamos torcer e aguardar. Concordo com muitos leitores, a Azul tem efetivamente a estrutura e potencial para herdar todos os slots da Avianca. Acredito que a Anac liberou a pista auxiliar, porque até então, toda e qualquer aeronave comercial estava proibida de operar, lembram? Por outro lado, eu sempre defendi que o aeroporto de Congonhas fosse um porto livre para toda e qualquer regional voando exclusivamente aeronaves turboélices até 99 lugares. Essas poderiam operar na pista auxiliar, sem interferência na principal, após algumas modificações de engenharia na pista, como também ter seu próprio terminal. Saudações,

Comments are closed.