A honraria é entregue a cada três meses aos instrutores.

A equipe de instrutores formada por militares da Força Aérea Brasileira (FAB) ganhou todos os prêmios de melhor instrutor estrangeiro, do ano de 2017, do Programa Internacional de Intercâmbio de Instrutores da United States Air Force (USAF), promovido pela Academia Interamericana das Forças Aéreas (IAAFA), nos Estados Unidos, e ainda obteve o primeiro lugar no Curso de Instrutor do Comando Aéreo de Educação e Treinamento (Air Education and Training Command – AETC).

Foram premiados os seguintes militares: Major Aviador Allan Buch Sampaio, Suboficial Adalberto Bruzio e Suboficial Ed Willy S. Oliveira. Já o Tenente-Coronel Aviador Tony Gleydson ficou em primeiro lugar no Curso de Instrutor do AETC.

“Ser escolhido o instrutor internacional de um ciclo acadêmico na IAAFA é, sem dúvida, uma honra e nos enche de orgulho. Adicionalmente, representa o reconhecimento pela dedicação e o esforço dos indivíduos que se destacaram nas suas atribuições e contribuíram para a capacitação profissional de 832 alunos, representando 20 países no ano de 2017”, ressalta o Major Buch.

O trabalho da equipe brasileira consiste em ministrar aulas nos cursos de International Squadron Officer School (ISOS), Aircraft Maintenance Officers Course (AMOC), Advanced Maintenance Superintendent Course (AMSC) e Helicopters. O curso ISOS possui equivalência ao Curso de Aperfeiçoamento para Oficiais ministrado pela Universidade da Força Aérea (UNIFA). Já os Cursos AMOC e AMSC são destinados a oficiais e suboficiais que trabalham diretamente na gestão e liderança no processo de manutenção de aeronaves, e o Curso de Helicopters destina-se à formação de técnicos que trabalharão com asas rotativas.

Os cursos na IAAFA são realizados três vezes ao ano e, durante cada ciclo, o desempenho técnico dos instrutores é avaliado segundo os critérios do Comando Aéreo de Educação e Treinamento (Air Education and Training Command – AETC) da USAF. As premiações ocorrem de três em três meses, normalmente nos meses de maio, setembro e dezembro: dois instrutores, sendo um da USAF e um estrangeiro, são premiados por obter o melhor desempenho na avaliação como instrutor, nas categorias United States Air Force (USAF) e Instrutor Convidado de Nações Amigas (PNGI), respectivamente.

“Para nós, representantes da FAB na IAAFA, receber essa honraria nos três ciclos acadêmicos do ano de 2017, competindo com profissionais de alto nível de outros cinco países, reflete o nível de conhecimento profissional dos nossos instrutores e a dedicação ao cumprimento da missão adquiridos ao longo de anos de serviço à Força Aérea Brasileira, baseados nos valores intrínsecos da nossa instituição”, destaca o Major Buch.

A IAAFA foi inaugurada no ano de 1943 e completará 75 anos em 2018. A organização tem por missão incrementar o interamericanismo entre 22 países da América Latina por meio da disseminação do conhecimento técnico e militar em 32 cursos. Para cumprir sua missão, conta com instrutores da USAF e instrutores convidados de diversos países da América Latina. Atualmente são 11 instrutores convidados, entre os quais quatro são brasileiros, todos da Força Aérea Brasileira.


Fonte: Equipe de instrutores da FAB na IAAFA – Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias Revisão: Ten Gabrielli/Maj Peçanha

1 COMENTÁRIO